Opinião

Roberto Almada

Nas eleições legislativas da Madeira, é preciso que fique claro perante o eleitorado que o voto útil e de qualidade é naqueles que são intransigentes contra a injustiça, inflexíveis na defesa da valorização dos salários e pensões e firmes no combate à corrupção e à promiscuidade.

João Fraga de Oliveira

O que o descontentamento social reclama não é “um ajuste de contas com a história”, mas a concretização das expectativas legitimamente criadas e alimentadas pelo meio século de democracia.

Vicente Ferreira

O BCE continua a resistir à descida das taxas de juro e o principal motivo referido para essa resistência é o "mercado de trabalho forte" - leia-se, o facto da política monetária ainda não ter provocado o aumento do desemprego pretendido.

Pedro Amaral

Quando se dá margem a discursos discriminatórios, segregadores e violentos, é impossível achar-se que é inconsequente.

Telma Tavares

O logo desenvolvido por Eduardo Aires é pensado para o digital, permite jogar com as suas formas, as cores, fazer animações. Se lhe tivéssemos dado mais tempo veríamos o seu potencial.

Jorge Costa

Venceremos a extrema-direita enfrentando os medos da nossa época com cultura unitária e um programa ecossocialista.

José Joaquim Ferreira dos Santos

Só com políticas claras, transparentes e monitorizadas, destinadas a melhorar a vida das populações se pode combater a corrupção e a extrema-direita que dela se aproveita.

Beatriz Realinho

Em Portugal, após o 25 de Abril consagraram-se pilares públicos da democracia e do Estado Social. Porém, o Direito ao Cuidado ficou de fora da equação, estendendo-se para o trabalho doméstico dentro das famílias, não sendo regulado nem pelo Estado nem pelo mercado.

Adelino Fortunato

A derrota da esquerda não é simplesmente uma derrota eleitoral, conjuntural, recuperável no curto prazo, mas sim uma confirmação da sua dificuldade em se bater por um projeto de sociedade alternativo para superar duradouramente os flagelos que o capitalismo impõe hoje à maioria da população mundial.

Isabel Pires

Valorizar carreiras, pagar melhores salários, dar possibilidade real de evolução. Estas devem ser prioridades, veremos se de facto há vontade política para fazer acontecer.

Citando Talleryrand, dar prioridade aos lucros de alguns em vez da saúde de todos foi pior que um crime, foi um erro.

José Soeiro

Elas, as criadas, servem. E servem-se delas: os patrões, mas também o marido, e depois os filhos. Nos 50 anos da nossa Revolução, eis um romance notável sobre esse lado tantas vezes invisibilizado na memória oficial da sociedade portuguesa. Comovente e imperdível.