Está aqui

Vídeo

A Constituição de 1822 cria a escola pública para rapazes e raparigas em todos os lugares

"A Constituição de 1822 cria a escola pública para rapazes e raparigas em todos os lugares"

Intervenção de Joana Mortágua (ler aqui) na sessão comemorativa do Bicentenário da primeira Constituição Portuguesa que, embora de existência fugaz, teve um enorme valor político, jurídico e histórico. No seu impulso inicial, não concluiu sequer um ano de vigência, mas permaneceu como o princípio do fim do Antigo Regime.

Ver mais