Cultura

27 de março de 2024 será para sempre lembrado como um dia triste para a cultura em Coimbra e em Portugal. Após décadas de abandono, 10 anos de Bienal de Arte Contemporânea foram suficientes para o mercado da hotelaria de luxo reivindicar como seu aquele que se tornou um dos espaços mais relevantes da cultura na cidade. Por Gustavo Mourinho.

A Associação MUTIM lamenta “a significativa disparidade de género na composição dos jurados dos concursos de 2024”, lembrando que a “diversidade dos jurados que avaliam os seus concursos, a nível de género, idade, classe, origem geográfica e cor, deve ser uma prioridade do ICA”.

A Comissão Comemorativa dos 50 anos do 25 de Abril propõe iniciativas para recordar, aprender, debater e celebrar, num programa sempre em aberto a que apela à participação de toda a população.

Cerca de duas dezenas de associações culturais assinaram em conjunto uma carta aberta em Solidariedade à População de Gaza, e apelam ainda que Portugal apoie a África do Sul, que acusa Israel de genocídio no Tribunal Internacional de Justiça.

Festival Caminhos do Cinema Português continua a estar sujeito aos amplamente criticados regulamentos do ICA, que perpetuam um sistema de financiamento público escasso e continuamente matam a produção cultural em Portugal. Por Gustavo Mourinho.