You are here

Opinião

18 May, 2021

Odemira é nas ruas do Vale de Santarém, do Cartaxo ou de Almeirim… Todos vemos estas pessoas na rua. Todos nos apercebemos das suas dificuldades.

18 May, 2021

Foi há quase cinco anos que o Parlamento aprovou uma nova lei para “combater as formas modernas de trabalho forçado”. A Direita esteve contra esta lei e as quatro confederações patronais divulgaram um comunicado conjunto em que diziam “repudiar veementemente o conteúdo” do diploma.

17 May, 2021

O Ministério dos Negócios Estrangeiros português lançou uma mensagem nas redes sociais que nos deve envergonhar a todos, condenando apenas “o lançamento indiscriminado de mísseis a partir da Faixa de Gaza contra civis israelitas”.

17 May, 2021

Não deixa de ser preocupante quando Vasco Lourenço, sublinha que o projeto foi “previamente cozinhado com um partido da oposição, que aqui conseguiu capturar o partido do Governo e fazer valer um projeto que o seu inefável homem forte da área da Defesa Nacional construiu há muito”.

16 May, 2021

O Tribunal Constitucional alemão deliberou que a lei sobre a transição climática viola os direitos dos cidadãos, em particular dos mais jovens.

16 May, 2021

Se António Costa considera que tem um excelente ministro da Administração Interna, conviria que nos apresentasse. É difícil encontrar um ministro que acumule, em tão pouco espaço de tempo, uma tão grave sucessão de desastres.

15 May, 2021

É mais simples atribuir as culpas a um rocket qualquer do que reconhecer a conivência com o genocídio em curso. Israel quer tornar impossível a existência da Palestina e o mundo lava as mãos como Pilatos.

14 May, 2021

Dois dos artifícios usados pelo governo e pelo Novo Banco foram denunciados pelo Tribunal de Contas: o Fundo de Resolução tem usado dinheiro para financiar esta operação e há abuso contratual.

14 May, 2021

O limbo em que se encontram milhares de famílias, pequenos negócios e de resto todo o país, tem de ser estancado, só uma clara ajuda à estabilização o garantirá.

13 May, 2021

Sr. presidente do Governo Regional, o Bloco não é responsável pelo acordo com o Chega. Os únicos e exclusivos responsáveis são os partidos que com ele firmaram um acordo que até inclui, imagine-se, uma cláusula de respeito pelos direitos humanos.

Pages