Está aqui

Mário André Macedo

Enfermeiro especialista em saúde infantil e mestre em saúde pública.

Artigos do Autor(a)

21 de Novembro, 2022 - 11:51h

Bactérias, vírus, parasitas ou os vetores destes seres microbiológicos, adaptam-se com enorme sucesso às alterações do clima. O sucesso destes seres significa um problema para nós.

17 de Novembro, 2022 - 13:59h

Mudarão as políticas de saúde em Portugal? Não tenhamos grandes ilusões, mais do que mudanças de personalidades, o que conta são as opções políticas. E essas, infelizmente, continuarão idênticas. Editorial de Mário André Macedo.

10 de Novembro, 2022 - 16:13h

O problema não reside apenas nas vacinas da cólera. Enquanto todas as vacinas não forem tratadas como um bem público, teremos sempre fabricantes que durante uma inédita subida de casos, optam por abandonar a produção de forma a reorientar recursos para outras atividades mais lucrativas.

4 de Setembro, 2022 - 21:58h

Não há praticamente nenhum programa de governo para a saúde que não reconheça que há um problema nas urgências. No entanto, aqui estamos, com problemas semelhantes nos serviços de urgência ao longo dos últimos 40 anos. Artigo de Mário André Macedo.

18 de Julho, 2022 - 10:58h

Somos o 4º país da OCDE cujas famílias mais despendem do seu rendimento para obter cuidados de saúde. Dos países que mais pedem às famílias para financiar a saúde. Cujo número de pessoas que vão à falência em resultado do pagamento de cuidados de saúde é inaceitavelmente elevado.

19 de Maio, 2022 - 21:18h

Não cria as condições para o seu crescimento e fortalecimento. Pelo contrário, a diminuição do investimento e a ausência de uma estratégia para os profissionais, coloca o serviço público num real risco de sofrer uma diminuição da oferta de cuidados de saúde.

15 de Maio, 2022 - 10:12h

A pior pandemia e ameaça de saúde pública da nossa geração, o maior investimento público mundial em saúde e o resultado, foi uma profunda desigualdade mundial no acesso às vacinas. Como explicar este falhanço moral às gerações futuras?

25 de Abril, 2022 - 22:51h

Como pode um invasor que destrói infraestrutura civil, incluindo a essencial para a prestação de cuidados de saúde, fingir preocupação com este tema? Com a agravante que explora o natural desconhecimento do cidadão comum sobre armas biológicas e laboratórios.

6 de Abril, 2022 - 10:34h

Um programa de saúde de uma esquerda moderna e ambiciosa, tem necessariamente de incluir a democratização da saúde, aproximar o SNS das pessoas, inovar na gestão e valorizar os profissionais de saúde.

25 de Março, 2022 - 14:39h

A invasão é uma catástrofe de saúde pública, com consequências que ultrapassam as fronteiras da Ucrânia. A Rússia é o agressor que iniciou uma guerra injustificada. A luta por um mundo mais justo, solidário e em paz nunca foi tão atual e urgente.

Páginas