Trabalho

Misericórdias: trabalhadores em greve no dia 21

14 de junho 2024 - 10:10

Perante a intransigência das Misericórdias, os trabalhadores decidiram convocar uma greve, para 21 de junho. Lutam pela integração na esfera do Estado, melhores condições de trabalho e salários justos e dignos.

PARTILHAR
Trabalhadores das Misericórdias em greve no dia 21 de junho. Fotografia: CGTP

A Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais emitiu um pré-aviso de greve para os trabalhadores das Misericórdias. A paralisação vai decorrer entre as 00:00 e as 24 horas do dia 21 de junho. Às 15h00, os trabalhadores em greve estarão numa concentração no Campo Pequeno, em Lisboa.

A Federação explica que “na última reunião de negociação e após grande insistência as Misericórdias assumiram o compromisso de apresentar uma nova proposta de atualização salarial, a qual seria objeto de análise e discussão na reunião agendada para 27 de Maio” no Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

No entanto, as Misericórdias falharam este compromisso uma vez que “não apresentaram a proposta de atualização salarial” e “solicitaram o reagendamento da reunião, sem propor data, atirando como é fácil de ver o retorno à mesa negocial para daqui a alguns meses” refere a Federação.

“Não podemos aceitar que as Misericórdias continuem a ‘empurrar’ de forma deliberada para daqui a vários meses a atualização das tabelas salariais, e façam tábua rasa do processo negocial” concluiu a Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais.

Perante estas circunstâncias, a estrutura sindical avançou com o pré-aviso de greve para dia 21 de junho. Os serviços mínimos serão assegurados nos serviços que funcionem 24 horas por dia, nos sete dias da semana.

Recorde-se que ao trabalhadores das Misericórdias estiveram em greve no dia 27 de maio, lutando pela valorização das carreiras e por aumentos salariais.