Está aqui

Israel prende nove membros da família de Ahed Tamimi

Israel justifica detenção com o “aumento de distúrbios e ataques na aldeia” onde reside a família da jovem palestiniana. Entre os nove detidos, sete são menores de idade.
Israel prende nove membros da família de Ahed Tamimi
A família da jovem tem um historial de ativismo contra a ocupação israelita. Foto de AFP.

O Estado de Israel deteve nove membros da família de Ahed Tamimi, habitantes da aldeia de Nabi Saleh, no território ocupado da Cisjordânia. Ahed Tamini, adolescente palestiniana de 17 anos, encontra-se detida há dois meses por ter esbofeteado um soldado israelita durante uma ação repressiva na sua aldeia. A família da jovem tem um historial de ativismo contra a ocupação israelita.

“Face ao aumento dos distúrbios e ataques terroristas na aldeia, as Forças de Defesa de Israel, o Shin Bet, a polícia de fronteiras e a polícia israelita conduziram uma operação em Nabi Saleh, onde detiveram nove palestinianos”, afirmou um porta-voz do exército israelita, segundo o jornal El Diario.

Porém, segundo a Organização para a Libertação da Palestina (OLP), não são nove, mas sim dez as pessoas detidas, todas familiares e com idades compreendidas entre os 12 e os 30 anos.

Efe Manal Tamimi, ativista e familiar dos detidos, explicou que sete destes são menores de idade e que esta operação militar supõe “um novo aumento do nível de ataques” sobre a aldeia.

Um dos detidos é Mohammed Tamimi, de apenas 15 anos, que fora baleado na cabeça com uma bala de borracha no dia da detenção da sua prima Ahed. Mohammed ficou gravemente ferido e aguardava por uma nova cirurgia que restaurasse a parte do crânio que lhe fora removida na cirurgia de emergência após ter sido baleado em dezembro de 2017.

A aldeia de Nabi Saleh, no norte da Cisjordânia, há muito que é um território de manifestações contra a ocupação israelita. Os protestos semanais terminam muitas vezes em confrontos com as forças militares de Israel.

Ahed Tamimi é acusada de 12 crimes e poderá enfrentar uma longa pena de prisão se for condenada.

Termos relacionados Massacre na Palestina, Internacional
(...)