Está aqui

Estudantes reivindicam suspensão dos exames nacionais

Petição lançada por três associações de estudantes já reuniu mais de 8 mil assinaturas. Os estudantes consideram que se vive um “ambiente de grande stress” e que o ensino à distância não garante “igualdade de oportunidades de acesso aos meios necessários” e “promove formas de exclusão e discriminação”.
Foto de Paulete Matos.

Três associações de estudantes lançaram uma petição a reivindicar uma “Avaliação credível, justa e igual para todos”. A petição, que já reuniu mais de 8 mil assinaturas, foi lançada pelas associações de estudantes da Escola Secundária de Camões (Lisboa), Escola Secundária Maria Amália Vaz de Carvalho (Lisboa) e Escola Secundária da Ramada (Odivelas).

Os estudantes consideram que o ensino à distância não garante “igualdade de oportunidades de acesso aos meios necessários” e “promove formas de exclusão e discriminação”. Argumentam que se vive “um ambiente de grande stress”, que “o incumprimento dos programas curriculares é uma realidade” e que há  discrepâncias nas matérias lecinoadas até ao momento.

Por essas razões, exigem: “que a avaliação final deste ano letivo seja a do segundo período (nas escolas que funcionam em períodos) e a do primeiro semestre (nas escolas que funcionam por semestres), ou a que foi recolhida até à suspensão das aulas. Bem como a suspensão dos exames nacionais”. 

Termos relacionados Covid-19, Sociedade
(...)