Está aqui

Argélia: Novo protesto gigantesco contra o regime

As ruas de Argel encheram-se nesta sexta-feira em protesto contra o regime representado por Bouteflika, que desistiu de se candidatar a um quinto mandato, mas não abandonou o poder e adiou as eleições.
Manifestação em Argel, 15 de março de 2019 – Foto de Mohamed Messara/Epa/Lusa
Manifestação em Argel, 15 de março de 2019 – Foto de Mohamed Messara/Epa/Lusa

Esta foi a quarta sexta-feira de manifestações contra Bouteflika e o regime que ele representa.

Segundo a France Press e a France 24, a manifestação da capital, Argel, foi gigantesca e noutras cidades também realizaram manifestações.

O protesto é agora claramente contra o regime e não só contra um quinto mandato do presidente Bouteflika, uma vez que ele anunciou na passada segunda-feira, que tinha desistido.

Segundo a France Press, numa faixa com grande destaque na manifestação podia ler-se: “Queríamos eleições sem Boutef, temos Bouteflika sem eleições”.

A exigência de eleições e o afastamento de Bouteflika parecem ser agora as principais reivindicações do movimento de protesto argelino, em oposição ao prolongamento do quarto mandato, anunciado por Bouteflika.

Termos relacionados Primavera argelina, Internacional
(...)