Está aqui

Adiamento das portagens "é trapalhada do governo"

O anúncio do adiamento para agosto do pagamento de portagens nas SCUT apenas serve para o governo "tentar ganhar tempo" para um acordo com o PSD, diz o deputado bloquista Pedro Soares.
Governo e PSD vão negociar pagamento de portagens nas SCUT. Foto .Y0YI./Flickr

“De facto, tudo indica que o Governo está sem saída sobre esta matéria e provavelmente estará a tentar ganhar tempo para negociar com o PSD uma via qualquer de compromisso com os dois partidos”, acrescentou Pedro Soares.

Para resolver a "trapalhada" em que o governo se encontra, o deputado do Bloco eleito por Braga diz que “só pode ter uma solução: que as regras inicialmente anunciadas pelo Governo – os critérios em relação ao PIB (Produto Interno Bruto) per capita das regiões e em relação às alternativas rodoviárias – sejam cumpridas”. Caso o fossem, não haveria lugar a pagamento.

“É por isso que do nosso ponto de vista é completamente desadequado portajar as SCUT", prosseguiu Pedro Soares, após explicar que "o adiamento só demonstra as enormes dificuldades do Governo sobre esta matéria”.

O anúncio do adiamento das portagens nas auto-estradas da Costa de Prata, Norte Litoral e Grande Porto tornou-se inevitável após o chumbo dos chips nas matrículas pela oposição no parlamento e a Comissão de Utentes das SCUT reagiu com agrado. "Acreditamos que esta suspensão vai abrir uma plataforma de diálogo com todas as entidades envolvidas neste processo. Pelo menos a população sente mais confiança para continuar a protestar", afirmou à agência Lusa o porta-voz da Comissão de Utentes das SCUT, José Rui Ferreira.

Do lado oposto surgiu o candidato presidencial Fernando Nobre, que defendeu a implementação do pagamento de portagens em todas as SCUT "se efectivamente a situação do país assim o exige". Nobre defendeu ainda "outros esforços que podem ser feitos" para equilibrar as contas públicas. "Sabemos que há centenas, para não dizer milhares de institutos e fundações públicas, cuja razão de ser pode ser questionável. Também poderíamos começar aí a racionalização dessas instituições todas", afirmou o candidato à Antena 1, após participar numa homenagem a Mário Soares em Arcos de Valdevez.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Política
(...)