Está aqui

PS quer tirar aos Açores poder de autorizar entrada de cruzeiros científicos

O Governo da República quer retirar à região o controlo sobre investigação que navios internacionais fazem no mar dos Açores. Jessica Pacheco, candidata do Bloco de Esquerda às legislativas de 2022, alerta para o perigo desta intenção.
Jessica Pacheco, candidata do Bloco pelo círculo dos Açores nas eleições legislativas de 2022
Jessica Pacheco, candidata do Bloco pelo círculo dos Açores nas eleições legislativas de 2022

A candidata bloquista, Jessica Pacheco, receia que haja interesses contrários aos Açores com o objetivo de explorar, de forma extrativista, as riquezas do mar profundo da região e fez a denúncia numa vista ao Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores.

Jessica Pacheco defendeu o aumento do investimento na investigação nas ciências do mar nos Açores e o combate à precariedade dos investigadores, para que se fixem na Região e desenvolvam projetos que produzam conhecimento que contribua para o desenvolvimento social e económico da Região.

A candidata lamenta que o Observatório do Atlântico, um projeto que o Governo da República demorou cinco anos a implementar, afinal seja apenas mais uma associação de direito privado, sem que se perceba qual o projeto.

Para o Bloco de Esquerda, o Observatório do Mar, em conjunto com as entidades já existentes, incluindo a Universidade dos Açores, devem ser o ponto de partida para a criação de um Centro Internacional de Investigação ligado ao Mar às Alterações Climáticas, aproveitando o conhecimento já existente, e com um investimento financeiro significativo para que possa integrar mais investigadores.

“Precisamos que haja investigação com recursos, com meios, e que os investigadores sejam valorizados”, disse Jessica Pacheco que considera que este é o caminho para garantir que o conhecimento fica nos Açores e que contribui para o desenvolvimento sócio-económico local.

Tentativa de retirar poderes à autonomia

Quanto ao decreto-lei do Governo da República que pretende retirar aos Açores o poder de autorizar a realização de investigação marinha feita por países estrangeiros no mar dos Açores, Jessica Pacheco não tem dúvidas: “Há aqui interesses que querem retirar a Região destes processos e isto nós não permitiremos”.

“A posição do Bloco é bastante clara: não permitiremos qualquer tipo de tentativa de extrair qualquer recurso, que para nós é fundamental e é uma garantia para as gerações futuras, porque sabemos o impacto negativo que isso tem” a nível ambiental.

Jessica Pacheco considerou ser lamentável que haja, por parte do Governo da República – “ainda por cima com o parlamento já dissolvido” – uma tentativa de retirar poderes à Região numa matéria tão importante para os Açores.

O Bloco entende que a intenção que o Governo da República do PS demonstra em querer tirar aos Açores o poder de autorizar e ter conhecimento sobre quem está a investigar o mar dos Açores e o que está especificamente a estudar é um perigo.

“Não permitiremos qualquer tipo de atitudes que retirem poderes à autonomia”, assinalou a candidata, acrescentando que todo o grupo parlamentar do Bloco na Assembleia da República estará unido na defesa dos Açores.

Termos relacionados Legislativas 2022, Política
(...)