Está aqui

Construção de hotel em reserva agrícola na Terceira “abre precedente grave”

O Bloco de Esquerda dos Açores contesta a autorização dada pelo Governo Regional para a construção de um novo hotel num terreno da Reserva Agrícola Regional na ilha Terceira.
Foto Bloco/Açores.

Em comunicado, o Bloco de Esquerda dos Açores anuncia que questionou o Governo Regional sobre a autorização dada para a construção de um hotel no lugar de Grilhas, na ilha Terceira, e a sua classificação como projeto de relevante interesse público.

Os bloquistas açorianos dizem que a decisão do Governo Regional configura “um atentado ao património natural e que abre um precedente grave, podendo tornar-se numa ameaça à manutenção do solo rústico”.

O terreno onde o promotor pretende construir o hotel integra a Reserva Agrícola Regional e o Bloco diz não compreender que o Governo tenha autorizado a construção de um hotel num terreno com esta classificação, aceitando a inexistência de “alternativa técnica ou economicamente aceitável” invocada pelo promotor, uma exceção permitida por lei para situações muito particulares.

“Os terrenos urbanos na Terceira, incluindo a vila de São Sebastião, onde se situa o terreno em causa, não estão esgotados, não ficando, por este motivo, comprovada inexistência de alternativas para a localização do novo hotel”, argumenta a deputada bloquista Alexandra Manes no pedido de explicações ao Governo Regional.

Termos relacionados Ambiente
(...)