Está aqui

Legislativas 2022

Contagem de votos dos eleitores da emigração, 9 de fevereiro de 2022 – Foto de José Sena Goulão/Lusa

Voto presencial de emigrantes na Europa decorre neste fim de semana

Março 12, 2022

Sábado e domingo, 12 e 13 de março, decorre a votação presencial dos emigrantes portugueses inscritos no círculo eleitoral da Europa. A votação por via postal prossegue, mas os boletins têm de chegar até dia 23.

Tribunal Constitucional

Eleitores do círculo da Europa novamente chamados às urnas

Fevereiro 15, 2022

O Tribunal Constitucional mandou repetir a eleição pelo círculo da Europa. Bloco diz que é “a única decisão aceitável” perante a “enormíssima trapalhada” criada por PS e PSD.

PS vence eleições com maioria absoluta

Janeiro 31, 2022

As eleições legislativas de 30 de janeiro deram a maioria absoluta a António Costa, que prometeu um governo “mais curto e mais enxuto”. Bloco é a quinta força política e elegeu cinco deputados. CDS e PEV ficam fora do Parlamento.

Fotogaleria da noite eleitoral do Bloco

Janeiro 31, 2022
Fotos de Pedro Gomes de Almeida no Capitólio em Lisboa.

“Saberemos responder aos compromissos com este país e com quem trabalha”

Janeiro 30, 2022

Na noite eleitoral, Catarina Martins garantiu que o partido encara “as dificuldades tal como elas são” e não faltará à luta. O resultado eleitoral é mau também devido ao crescimento da extrema-direita e “cada deputado racista eleito no parlamento português é um deputado racista a mais” que o Bloco promete combater.

“O Bloco cá estará para as lutas fundamentais do país”

Janeiro 30, 2022

Na primeira reação às projeções eleitorais, Pedro Filipe Soares considerou que “a chantagem” criada pelo PS “parece ter tido algum sucesso” mas garantiu que o Bloco “não esmorece” face aos desafios que agora serão maiores.

“As pessoas sentiram-se seguras para ir votar”

Janeiro 30, 2022

Mariana Mortágua reagiu às previsões sobre os números da abstenção, revelando preocupação com o facto de quase metade do eleitorado não ter ido votar. Estes números mostram ainda a “necessidade de revisão dos cadernos eleitorais”.

"O voto no Bloco de Esquerda é o voto que vence a direita"

Janeiro 28, 2022

No encerramento da campanha, Catarina falou sobre os jovens “que lutam pela responsabilidade de ter futuro”, os trabalhadores e precários “que constroem este país e exigem a hipótese de ter salário decente” e os pensionistas “que merecem toda a solidariedade”.  E deixou o apelo: "Vão votar. É o vosso voto que desempata Portugal”.

Quem, em nome dos mais ricos, quer acabar com a solidariedade terá no Bloco um travão

Janeiro 28, 2022

No ano em que o período da democracia ultrapassa o período da ditadura, a direita será derrotada e ergueremos no Porto o Museu da Resistência contra o fascismo! É desta memória que fazemos força!

Arruada na Rua de Santa Catarina, no Porto.

“É o voto no Bloco que desempata”

Janeiro 28, 2022

Na tradicional arruada final de campanha na rua de Santa Catarina, no Porto, Catarina Martins alertou que o PS está a terminar esta campanha numa enorme ambiguidade ao admitir um acordo de cavalheiros com o PSD.

Como viveríamos sem a Cultura?

Janeiro 28, 2022

O Bloco defende 1% do Orçamento para a Cultura. Esta é uma de dezenas de propostas para esta área que podes encontrar no nosso programa eleitoral em https://programa2022.bloco.org/

“No domingo, ganha quem tiver força para desempatar”

Janeiro 28, 2022

No comício em Lisboa, Catarina Martins voltou a apelar a “uma maioria em que o Bloco de Esquerda seja determinante como terceira força política” e torne possível um "contrato à esquerda" para trazer "estabilidade e transformação" ao país.

Fotogaleria: Comício em Lisboa

Janeiro 28, 2022
Fotos de Pedro Gomes de Almeida

Comício em Lisboa

Janeiro 27, 2022

Intervenções de Leonor Rosas, Beatriz Gomes Dias, Bruno Maia, Mariana Mortágua e Catarina Martins.

“O voto útil é o voto que nos representa”

Janeiro 27, 2022

Na arruada na Morais Soares, em Lisboa, a coordenadora do Bloco afirmou que o voto útil é o que resolve a vida das pessoas, esse é o voto fundamental. 

Arruada na Morais Soares, Lisboa

Janeiro 27, 2022
Fotos de Pedro Gomes de Almeida
Joana Mortágua no comício de Almada - Foto de Pedro Almeida

Não esquecemos que Rui Rio foi assistir à demolição do Bairro do Aleixo num barco de luxo

Janeiro 27, 2022

Joana Mortágua, no comício em Almada, lembrou que o líder do PSD brindou com champanhe aquela demolição, porque ela beneficiava um fundo imobiliário, constituído a favor do grupo Espírito Santo. A deputada desafiou também todos os partidos a explicar como vão baixar o custo da habitação em Portugal.

Fotogaleria da visita à Associação Portuguesa de Surdos

Janeiro 27, 2022
Fotos de Pedro Gomes Almeida
Catarina Martins visitou esta quinta-feira a Associação Portuguesa de Surdos - Foto de Pedro Almeida

É incompreensível que a vida seja tão difícil para quem tem uma deficiência

Janeiro 27, 2022

Catarina Martins visitou a Associação Portuguesa de Surdos, lamentou que com a tecnologia atual as pessoas com deficiência tenham de enfrentar tantas dificuldades e deixou o compromisso de que o Bloco será “a força contra o esquecimento” quando estiver a negociar um contrato para o país.

No Chega o regresso ao passado conjugou-se com a adesão ao presente da barbárie neoliberal

Janeiro 27, 2022

Por que razão, nestas eleições legislativas, é importante o 3º lugar na ordem das votações? A resposta é simples: porque é isso que determinará que se consiga barrar eficazmente o caminho do partido da extrema-direita xenófoba, racista e anti-democrática que é o Chega.

Fotogaleria de comício Almada Legislativas 2022

Janeiro 27, 2022
Fotos de Pedro Almeida
 Catarina Martins e Joana Mortágua no comício de Almada

Quem quer entendimento à esquerda vota no Bloco

Janeiro 27, 2022

Catarina Martins afirmou em Almada que a direita não tem maioria na sociedade e o seu programa é “velho e caduco”. A coordenadora bloquista lembrou que o PS já disse que, sem maioria absoluta, quererá dialogar. Para que o diálogo seja à esquerda e não com o PSD, há que votar no Bloco, destacou.

Arruada em Almada - Foto de Pedro Almeida

"Para que os acordos sejam à esquerda, é no Bloco que é preciso votar”

Janeiro 26, 2022

Em declarações numa arruada em Almada, Catarina Martins afirmou que “o Bloco é o voto que conta para um contrato para o país que possa ultrapassar a instabilidade da pandemia e fazer a recuperação da economia”.