Está aqui

Primeiro-ministro de Itália demite-se

Giuseppe Conte demite-se nesta terça-feira, mas poderá pedir para ser indicado para um novo mandato. É possível que consiga constituir uma nova maioria para formar o seu terceiro governo.
Giuseppe Conte, primeiro-ministro de Itália, 19 de janeiro de 2021 – Foto de Roberto Maldonado/Lusa/Epa
Giuseppe Conte, primeiro-ministro de Itália, 19 de janeiro de 2021 – Foto de Roberto Maldonado/Lusa/Epa

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, reunirá esta terça-feira o Conselho de Ministros para anunciar a sua demissão. A seguir, deverá apresentá-la ao presidente da República, Sergio Mattarella, e poderá pedir que seja indicado para um terceiro mandato, segundo o El Pais.

A demissão de Conte é provocada pela retirada de confiança ao governo por Matteo Renzi e pela demissão de duas ministras do seu partido, Italia Viva. Renzi procura recuperar protagonismo através da crise política e, simultaneamente, afirmou o seu apoio ao Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE) pela defesa do acesso aos fundos do Mecanismo, para financiar a recuperação do sistema de saúde.

Por sua vez, Giuseppe Conte procura reconstituir uma maioria, mantendo o apoio ao governo por parte do Movimento 5 Estrelas, de Luigi Di Maio, e do Partido Democrático, liderado por Nicola Zingaretti e conseguindo o apoio de um novo agrupamento pontual de deputados ou até da Forza Italia de Silvio Berlusconi.

Atualmente, os partidos de extrema-direita, Liga Norte de Matteo Salvini e Fratelli d’Italia de Giorgia Meloni defendem ambos a rápida convocação de eleições, enquanto a Forza Italia propõe um governo de unidade nacional.

Giuseppe Conte, que é presentemente o político mais popular de Itália, constituiu um primeiro governo claramente xenófobo, em 2018, com o Movimento 5 Estrelas e a Liga Norte. No seu segundo mandato, desde 2019, constituiu um governo com traços diferentes e em parte opostos, tendo assinado a abolição de decretos contra a imigração.

A crise governamental tem dificultado a aprovação de novo plano de milhares de milhões de euros para dar ajudas públicas aos setores mais afetados pela crise pandémica.

Termos relacionados Internacional
(...)