Está aqui

Plano de vacinação covid-19: Saiba aqui quais as três fases previstas

No documento apresentado esta quinta-feira é prevista “a vacinação da totalidade da população residente em Portugal, independentemente da regularização da sua permanência em território português, até ao final do ano de 2021”.

No plano de vacinação covid-19, apresentado esta quinta-feira, é prevista “a disponibilização de cerca de 22,8 milhões de doses" de vacinas para Portugal.

A vacinação contra a COVID-19 será “universal, ou seja, destina-se a qualquer pessoa presente em Portugal, desde que a vacina esteja clinicamente indicada para essa pessoa”, e gratuita.

É ainda estabelecido que “qualquer pessoa para quem a vacina esteja clinicamente indicada terá acesso aos pontos de vacinação, de acordo com o seu grau de necessidade / benefício com a vacinação / prioridade” e que “os critérios de acesso à vacina são equitativos dentro do mesmo grupo de necessidade / benefício da vacina”.

A vacinação será planeada “de acordo com a alocação das vacinas contratadas para Portugal” e “administrada faseadamente a grupos prioritários, até que a população elegível esteja toda vacinada”. A vacinação será garantida pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS) através de pontos de vacinação, “expansíveis num momento posterior à primeira fase”.

No documento são definidas três fases de vacinação, ainda que seja realçado que “o nível de incerteza impõe uma análise prudente e cautelosa, a necessidade de acompanhamento permanente dos avanços científicos e a capacidade de adaptar e reavaliar os grupos prioritários agora propostos, em função dos dados dos ensaios clínicos, que sejam tornados públicos, em termos de segurança e eficácia nos diferentes grupos etários e patologias, e da calendarização de distribuição das vacinas em Portugal”.

Neste momento, as prioridades em termos de vacinação estão sintetizadas nas seguintes tabelas:

 

Termos relacionados Vacinas para todos, Sociedade
(...)