Está aqui

Pingo Doce despede trabalhador que denunciou falta de medidas contra a covid-19

Grupo Pingo Doce quer despedir dirigente sindical que fez as denúncias. O sindicato CESP, que divulgou a insuficiência de medidas em lojas do grupo, convoca ação de protesto para a próxima sexta-feira às 15h, à porta da loja Pingo Doce Olivais Shopping, em Lisboa.
Pingo Doce da Bela Vista, em Lisboa - imagem Google
Pingo Doce da Bela Vista, em Lisboa - imagem Google

A CGTP e o sindicato CESP (Sindicato Trabalhadores Comércio, Escritórios e Serviços) denunciaram, em junho passado, que se estava a verificar um grande aumento de trabalhadores infetados com covid-19 nas lojas do Pingo Doce em Lisboa. Cerca de uma semana depois, o CESP reforçou a denúncia, assegurando a existência de problemas em lojas de Lisboa e uma dirigente sindical, Luísa Alves, garantiu na SIC que os testes estavam a ser insuficientes e voltou a exigir um plano de resposta mais eficaz.

Em comunicado sindical divulgado pelo site da CGTP, o CESP acusa agora o Pingo Doce de despedir o trabalhador que fez as denúncias. O sindicato salienta que as denúncias tiveram um único objetivo: “dar a conhecer a falta de medidas sérias e iguais para todas as lojas, no combate à pandemia a que os trabalhadores da Pingo Doce estiveram sujeitos”.

No comunicado, o sindicato diz que o Pingo Doce decidiu despedir, alegando justa causa e sem direito a indemnização, um trabalhador que é dirigente sindical do CESP, por ele ter falado à comunicação social sobre a falta de medidas de Saúde, Higiene e Segurança contra a covid-19 em várias lojas da cidade de Lisboa.

O CESP afirma que todas as declarações assentaram em relatos dos próprios trabalhadores aos seus representantes sindicais, considera a atitude do Pingo Doce uma “afronta” à Constituição e exige a reintegração do trabalhador no seu local de trabalho.

O sindicato apela à continuação da luta contra a repressão laboral e convoca os trabalhadores do grupo Pingo Doce/Jerónimo Martins para uma ação, junto à loja Pingo Doce Olivais Shopping, em Lisboa, na próxima sexta-feira, 23 de outubro, às 15 horas.

Termos relacionados Sociedade
(...)