Está aqui

“A guerra contra o Estado Islâmico não acabou”, alertam forças curdas

A retirada das tropas norte-americanas do norte da Síria vai deixar as populações curdas encurraladas entre as tropas turcas e as do Estado Islâmico, afirmam as milícias das Forças Democráticas Sírias.
Operação das Unidades de Proteção Popular (YPG) no norte da Síria em maio deste ano. Foto YPG Press Office / www.ypgrojava.org

O anúncio surpresa feito por Donald Trump esta quarta-feira de que irá retirar rapidamente os dois mil soldados que mantém no norte da Síria, declarando ao mesmo tempo a vitória sobre o Estado Islâmico, deixou as comunidades curdas muito preocupadas sobre o que acontecerá em seguida.

As milícias das Forças Democráticas Sírias (FDS), que juntam curdos e sírios de origem árabe, turca e assíria na resistência ao Estado Islâmico e na luta por uma democracia federalista no território de maioria curda, contaram com o apoio das tropas dos EUA para expulsar os guerrilheiros do Estado Islâmico e conter as suas investidas no território.

Em comunicado, as FDS afirmam que “a guerra contra o Estado Islâmico não acabou e o Estado Islâmico não foi derrotado”, enquanto criticam a decisão de Trump, que no seu entender irá “criar um vazio político e militar na região, deixando as suas populações nas garras das forças hostis”.

“Se os norte-americanos fizerem as malas e nos deixarem à mercê dos turcos ou do regime sírio, o nosso destino será o mesmo do dos curdos do Curdistão iraquiano em 1991. Nem o regime, nem o Irão ou a Turquia vão aceitar a nossa presença aqui”, afirmou um jornalista e comentador curdo, Arin Sheikmos, à Associated Press.

O anúncio de Trump surge uma semana depois do presidente turco Erdogan ter anunciado para breve uma operação militar contra os curdos no norte da Síria. Para além de lutarem contra o Estado Islâmico, as milícias curdas têm também de enfrentar os ataques de grupos de mercenários armados e financiados pela Turquia, no quadro da repressão ao povo curdo desenvolvida por Erdogan dentro e fora das fronteiras turcas.

Termos relacionados Internacional
(...)