Filme de Tréfaut selecionado para festival de cinema de Veneza

27 de julho 2022 - 20:42

O filme ‘A noiva’ foi selecionado para o festival de cinema de Veneza, que começa a 31 de agosto. Na competição do festival estará também 'No Bears', do realizador iraniano Jafar Panahi, preso este mês em Teerão por críticas ao regime iraniano.

PARTILHAR
Sérgio Tréfaut - foto de José Sena Goulão
Sérgio Tréfaut - foto de José Sena Goulão

O filme ‘A noiva’ de Sérgio Tréfaut foi escolhido para a competição oficial, secção ‘Horizontes’, da 79ª edição do festival de cinema de Veneza, que decorre de 31 de agosto a 10 de setembro.

‘A Noiva’ é uma ficção inspirada em histórias reais de raparigas que se juntaram a combatentes pelo autoproclamado Estado Islâmico, e foi rodado no Curdistão iraquiano. Segundo a Lusa, o filme terá a estreia mundial no festival de Veneza.

Em declarações a esta agência noticiosa antes de iniciar a rodagem do filme no final de 2020, Sérgio Tréfaut declarava: "Não tenho nenhum interesse particular na questão dos extremismos. Fui estudando o que se disse sobre os grupos de pais de jihadistas que foram embora e não entendiam o que tinha acontecido aos filhos. Eu tenho uma visão que não é nada religiosa ou política sobre a história. É tentar entender aqueles adolescentes que escorregaram na casca da banana".

O filme centra-se numa adolescente europeia que foge de casa para casar com um guerrilheiro do Daesh, segundo a sinopse que acrescenta:

"Três anos mais tarde a sua vida mudou dramaticamente. Vive num campo de prisioneiros no Iraque. Agora é mãe de dois filhos e está grávida outra vez. É uma viúva de 20 anos e será brevemente julgada pelos tribunais iraquianos. O que a experiência da guerra e a lavagem cerebral lhe fizeram".

‘A noiva’ tem interpretações de Joana Bernardo, Hugo Bentes e Lola Dueñas.

A 79.ª edição do Festival de Cinema de Veneza abrirá com 'White Noise', de Noah Baumbach, um dos filmes da competição oficial pelo Leão de Ouro.

'No Bears' do realizador iraniano Jafar Panahi

Na competição oficial do festival estará também 'No Bears', do realizador iraniano Jafar Panahi, detido este mês em Teerão e que terá de cumprir uma pena de seis anos de prisão, por críticas ao regime, assim como os realizadores iranianos Mohammad Rasoulof e Mostafa Aleahmad.

“É o terceiro realizador iraniano a ser preso este mês por crítica à violência policial. Toda a solidariedade com eles e com todos que no Irão se insurgem, e que a arte continue a encontrar forma de passar fronteiras”, escreveu José Gusmão no twitter: