Está aqui

Chuvas afastam seca extrema em quase todo o país

A precipitação dos últimos dias esteve acima dos valores normais para setembro. Se no final de agosto 39,6% do território continental estava em situação de seca extrema, agora ela resume-se a 0,8%. Mas este ano continua a ser o segundo com menos chuva desde 1931.
Distribuição espacial do índice de seca meteorológica a 31 agosto e a 15 setembro. Imagem IPMA

O Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA) divulgou a análise climatológica da primeira quinzena de setembro de 2022, marcada pela chuva que nos últimos dias se abateu sobre o território continental. O total de precipitação no país esteve 123% acima do valor normal mensal e corresponde até à data ao quarto setembro mais chuvoso desde o início do século. Bem acima da média esteve a precipitação na Guarda, Covilhã, Beja e Fundão, com o triplo do valor normal mensal. Nos três primeiros, a precipitação ocorrida em seis horas foi igual ou superior ao valor normal para todo o mês, indica o IPMA.

As boas notícias são sem dúvida o desagravamento da situação de seca meteorológica em todo o território, em especial nos distritos da Guarda, Viseu e Castelo Branco, cujo nível de precipitação acima do normal os levou da classe de seca severa para a de seca fraca. Comparando com a situação no final de agosto, a percentagem do território no final da primeira quinzena de setembro é de 3.1% em seca fraca e 50.2 % em seca moderada (ambas eram de 0% no fim de agosto), 45.9 % em seca severa (era 60.4% no fim de agosto) e 0.8% em seca extrema (era de 39.6% no fim de agosto), concentrada na região de Bragança.

Quanto ao índice de água no solo, verficou-se um aumento muito significativo em todo o território, em especial no litoral Norte, em toda a região Centro e no Alto Alentejo. No Nordeste do país, esses valores são os mais baixos, seguidos de muitos locais no Baixo Alentejo e Algarve.

Em termos de valor acumulado de precipitação, o ano hidrológico 2021/2022 continua a ser o segundo mais baixo desde 1931/1932, quando se iniciaram os registos, apenas ultrapassado pelo de 2004/2005.

Termos relacionados Ambiente
(...)