Está aqui

Brexit: negociações entre Corbyn e May terminam sem acordo

Na carta enviada pelo líder trabalhista à primeira-ministra, Corbyn afirma que o plano de Theresa May para deixar o cargo enfraquece ainda mais o governo e retira qualquer confiança no cumprimento de um eventual acordo entre os dois partidos.
Theresa May e Jeremy Corbyn
Theresa May e Jeremy Corbyn na abertura da sessão legialativa em 2017. Foto UK Parliament/Flickr

A instabilidade no governo conservador, que aumentou após ser conhecida a intenção de Theresa May de abandonar o governo nos próximos meses, é a principal razão apontada por Jeremy Corbyn para dar por terminadas as negociações para um acordo que pudesse obter maioria parlamentar para uma saída ordenada do Reino Unido da União Europeia.

“Com a sua decisão de se demitir e com os membros do executivo a competirem entre si para lhe suceder, a posição do governo tornou-se ainda mais instável e a sua autoridade enfraquecida. Não raras vezes, as propostas feitas pela sua equipa negocial foram desmentidas publicamente por declarações de outros membros do governo”, afirma Jeremy Corbyn na carta enviada à primeira-ministra ao fim de seis semanas de negociações entre trabalhistas e conservadores.

O líder trabalhista dá alguns exemplos dessas contradições do lado do governo. “Nos últimos dias ouvimos membros importantes do governo a rejeitarem qualquer forma de união aduaneira, apesar das propostas feitas pelos negociadores do governo. E apesar das garantias que nos foram dadas sobre proteção das regras ambientais, alimentares e de bem estar animal, o ministro do Comércio Internacional confirmou que a importação de frango com cloro continua a constar do acordo comercial com os Estados Unidos”.  

Corbyn refere-se ainda à vontade manifestada por Theresa May de levar o acordo de saída da UE à votação na Câmara dos Comuns no início de junho, mas reitera que “sem alterações significativas, continuaremos a opor-nos ao acordo do governo, por não acreditarmos que salvaguarda empregos, níveis de vida e a indústria transformadora britânica.

 

Termos relacionados Brexit, Internacional
(...)