Está aqui

Amazónia perdeu 31 mil km² desde que Bolsonaro assumiu presidência

O território da Amazónia sujeito a desflorestação entre janeiro de 2019 e julho de 2022 tem uma dimensão semelhante à Bélgica. Ambientalistas culpabilizam Bolsonaro pela falta de controlo e fiscalização e pelos incentivos à exploração predatória da região.
Foto Marizilda Cruppe/Amazônia Real/Amazon Watch/17/09/2020

O Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe) revelou na passada sexta-feira que a desflorestação acumulada na Amazónia desde que Jair Bolsonaro assumiu presidência, de janeiro de 2019 a julho de 2022, já ascende a 31.287 km², o equivalente ao território da Bélgica. De agosto de 2019 a julho de 2022, foram derrubados em média 720 km² da floresta por mês. Só em julho deste ano registou-se uma desflorestação de 1.486 km².

"Entre janeiro e julho [de 2022] foram cerca de 5.470 km² [devastados], o que mostra que a desflorestação se estabilizou em taxas bastante elevadas neste bioma", apontou Mari Napolitano, gestora de ciências do Fundo Mundial pela Natureza (WWF) no Brasil.

Os ambientalistas culpabilizam o presidente brasileiro pela falta de controlo e fiscalização e pelos incentivos à exploração predatória da região.

"Estratégia meticulosa"

"É mais um número que estarrece, mas não surpreende: a desflorestação fora de controlo na Amazónia resulta de uma estratégia meticulosa e muito bem implementada de Bolsonaro e dos seus generais para desmontar a regulamentação socioambiental no Brasil”, afirmou Marcio Astrini, secretário-executivo do Observatório do Clima.

De acordo com esta organização, a desflorestação deve-se ao enfraquecimento de órgãos de fiscalização no governo Bolsonaro. O Deutsche Welle faz referência aos dados do MapBiomas Alerta, que indicam que somente 2,4% dos alertas de desflorestação entre 2019 e 2021 deram origem a qualquer tipo de ação por parte das autoridades.

O Observatório do Clima aponta ainda que a atribuição de licença, no final de julho, para o asfaltamento de uma autoestrada que corta o maior bloco de florestas intactas da Amazónia contribuiu para o aumento da desflorestação.

Termos relacionados Ambiente
(...)