Está aqui

Trabalhadores da TAP juntam-se à marcha contra as privatizações

A Comissão de Trabalhadores da TAP anunciou que irá participar na marcha promovida pela Fectrans na próxima quinta-feira entre o Largo Camões e São Bento.
Foto Stevemn Governo/Lusa

"A Comissão de Trabalhadores está e estará contra a privatização da TAP e tudo fará para, com a unidade dos trabalhadores, desenvolver e apoiar ativamente formas de luta visando impedir a privatização", afirmou a CT da TAP em comunicado.

A marcha "Público é de todos – Privado é só de alguns" vai juntar no dia 21 de maio os trabalhadores das empresas de transportes, que continuam ameaçadas pelas privatizações que o governo está a promover em contrarrelógio antes do fim do mandato.

Para esta marcha está confirmado o apoio dos sindicatos representativos dos trabalhadores da aviação, dos setores rodoviário e ferroviário e da marinha mercante, para além de comissões de utentes o e o movimento "Não TAP os olhos". Os organizadores contam com a presença de trabalhadores da EMEF, CP, TAP, CP Carga, Metro de Lisboa, Transtejo, REFER, SPdH, entre outras empresas de transportes.

Termos relacionados Sociedade
(...)