Está aqui

MpD vence eleições em Cabo Verde

Ulisses Correia e Silva, presidente do MpD, proclamou a vitória na noite deste domingo, afirmando que vai “continuar o bom trabalho” e que o resultado é uma “lição” para a oposição. A presidente do PAICV, Janira Hopffer Almada, anunciou que vai pedir a demissão da liderança.
Presidente do MpD, Ulisses Correia e Silva, proclama a vitória nas eleições legislativas em Cabo Verde, 18 de abril de 2021 – Foto de Fernando de Pina/Lusa
Presidente do MpD, Ulisses Correia e Silva, proclama a vitória nas eleições legislativas em Cabo Verde, 18 de abril de 2021 – Foto de Fernando de Pina/Lusa

Nas eleições realizadas este domingo em Cabo Verde, o Movimento para a Democracia (MpD) venceu. No momento do discurso de vitória de Ulisses Correia e Silva o MpD tinha 108.113 votos e estava a um deputado da maioria absoluta, com 49,2%. Permanecem por distribuir quatro mandatos, dos círculos de América e Europa e Resto do Mundo.

Em relação aos restantes partidos, com 96,8% das mesas de voto apuradas os resultados eram os seguintes: Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) - 83.401 votos (37,9%) e 28 deputados, União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID) - 19.762 votos e quatro deputados. A taxa de abstenção global foi de 41,9%.

No discurso de vitória, o presidente do MpD afirmou: “Foi uma grande vitória, a vitória de Cabo Verde. Nós estávamos à espera desta vitória”.

Dizendo que as previsões apontam para a eleição de 38 deputados do MpD, menos dois que em 2016 mas representando a maioria absoluta dos 72 lugares do Parlamento, Ulisses Correia e Silva salientou: “Fizemos uma boa campanha, um bom combate, conseguimos convencer os cabo-verdianos da justeza daquilo que foi o percurso da governação, uma situação muito difícil, e da justeza das nossas propostas para o futuro”.

O presidente do MpD criticou a oposição: “Em 2016 [vitória do MpD] eu tinha dito que ninguém perdeu as eleições. Desta vez houve perdedores. Houve perdedores relativamente àqueles que fizeram da política a forma de ataque, não ao Governo nem ao MpD, mas ataque ao país, política de terra queimada, uma oposição pouco contributiva, negacionista”.

Ulisses Correia e Silva defendeu como prioridade imediata a massificação da vacinação da covid-19 para atingir mais de 70% da população até final do ano.

Após a proclamação de vitória do MpD, a presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), Janira Hopffer Almada, anunciou que vai pedir nos próximos dias a sua demissão da liderança do partido, reconheceu a vitória do MpD e desejou a Ulisses Correia e Silva que “tenha bons tempos na sua governação”.

Termos relacionados Internacional
(...)