Está aqui

Juan Carlos I abandona Espanha

O rei emérito de Espanha, Juan Carlos I, comunicou que sairia do país na sequência das investigações que decorrem sobre a alegada fortuna que detém no estrangeiro.
Juan Carlos I
Trabalho de Darco com base numa foto original de Aleph | Flickr

Segundo El País, Juan Carlos I, o rei emérito de Espanha, anunciou num comunicado que tinha como destinatário o rei Felipe VI, que abandona o país devido a “repercussão pública” das notícias sobre a fortuna que alegadamente detém no estrangeiro e assim espera contribuir para que o atual chefe de Estado realize a sua função “com tranquilidade e sossego”. 

O comunicado tornou-se público pouco depois do rei emérito ter abandonado o Palácio da Zarzuela, onde residia há 58 anos, para paradeiro desconhecido. A nota não especifica qual será a nova residência de Juan Carlos I, mas refere que a decisão foi voluntária e  que foi decidida com o filho, Felipe VI.

O advogado do rei emérito, Javier Sánchez-Junco, informou que o seu cliente “permanece a disposição em todo o momento do Ministério Fiscal para qualquer processo ou atuação que se considere oportuno”. Mesmo depois da tomada a decisão de abandonar Espanha, o rei emérito não vai perder o título honorífico decretado em 2014. 

Lembramos, que no passado mês de julho tornou-se público que Corinna Larsen, amante de Juan Carlos I, recebeu 65 milhões de euros do rei emérito, segundo declarações que fez às autoridades judiciais da Suíça. Este valor, alegadamente, provém de “obséquios” da casa real saudita no âmbito de um contrato para uma linha ferroviária de alta velocidade. As autoridades suíças, neste momento, não estão a investigar o rei emérito espanhol, mas não descartam essa hipótese. 

 
Termos relacionados Internacional
(...)