Está aqui

Isaac Asimov (1920 - 1992)

No dia 2 de janeiro de 1920 nasceu Isaac Asimov. Foi um escritor norte-americano de origem russa. Considerado um dos mais importantes escritores de ficção científica do século XX, cuja linguagem simples abriu as portas das descobertas científicas para um público leigo. Por António José André.
Isaac Asimov (1920 - 1992)

Isaac Asimov nasceu em Petrovisk (Rússia), no dia 2 de janeiro de 1920. Mudou-se com a familia para os Estados Unidos da América, em 1923, e cresceu no bairro do Brooklin (Nova Iorque).

Em 1928, Asimov naturalizou-se cidadão norte-americano. O seu interesse pela ficção científica começou cedo. Aos 14 anos, publicou a sua primeira história num  jornal do colégio.

Em 1935, Asimov iniciou o curso de Química, na Universidade de Colúmbia, concluindo a graduação em 1939. Nesse ano, vendeu o seu primeiro conto, “Marooned off Vesta”, para a revista Amazing Stories.

Durante a Segunda Guerra Mundial, Asimov serviu como químico, na Estação Experimental Naval Air de Filadélfia. Em 1945 publicou o primeiro conto da saga “Fundação”, na revista Astounding Science Fiction.

Em 1948, Asimov doutorou-se em Bioquímica na Universidade de Columbia. Em 1949 foi professor de Bioquímica, na Faculdade de Medicina da Universidade de Boston. Em 1958, deixou o cargo na Universidade, para se dedicar inteiramente à atividade de escritor.

Isaac Asimov publicou quase 460 livros, entre romances, contos e publicações de divulgação científica. O seu nome tornou-se familiar, tanto para leitores de ficção científica, como para cientistas.

As obras mais famosas e populares de Asimov são da série "Robô": “Eu Robô” (1950), “As Cavernas de Aço” (1954), “O Sol Desvelado” (1957) e “Os Robôs do Amanhecer” (1983).

Considerado um dos mais importantes escritores de ficção científica do século XX, cuja linguagem simples abriu as portas das descobertas científicas para um público leigo.

Isaac Asimov faleceu em Nova Iorque a 6 de abril de 1992, vítima de SIDA, contraída através de uma transfusão de sangue.

Termos relacionados Memórias, Cultura
Comentários (1)