Está aqui

Hoje, todos os rios vão dar ao Carmo

São vinte e uma as nascentes de onde sairão os rios que desaguam no largo do Carmo por voltas das 22 horas, nesta véspera do 25 de abril. Escolha a sua e engrosse o caudal. Porque estes são rios de gente que quer estar na rua neste dia – em vez de estar sozinha em sua casa – e que, com panelas, instrumentos, pancartas, vozes e vontades, se junta no Carmo.
Todos os rios vão dar ao Carmo
Todos os rios vão dar ao Carmo

São já 21 os rios que partem de vários pontos de Lisboa – e também de cidades como o Barreiro, Cascais, Vila Franca, Alverca ou Sintra – para se encontrarem no Largo do Carmo nesta noite do 24 de abril. Os rios confluem no largo às 22 horas, mas os horários de concentração são diferentes, consoante a distância a ser percorrida. A “carruagem da Liberdade”, por exemplo, é a primeira, partindo no comboio de Sintra às 18h55; no Barreiro, a partida é às 20h do Parque Catarina Eufémia; o “Comboio da Liberdade” parte de Cascais às 20h04; de Vila Franca o rio vem no comboio das 19h45; em Almada, a concentração é na Praça do MFA às 20h; e ainda em Algés, a nascente forma-se no Jardim do Parque Anjos às 19h30.

Em Lisboa, há rios para todos os gostos e de todos os lugares: Faculdade de Belas-Artes (20h45); Largo da Achada (20h30); Largo do Chiado (20h30); Rua de São Bento (20h); Tribunal Constitucional, Rua do Século, nº 111 (21h); Jardim do Príncipe Real (21h); Largo do Rossio (21h); Praça São João Bosco (Campo d'Ourique), 21h; Banco de Portugal, Av. Almirante Reis (20h); Rua das Gaivotas, 6 (20h30); Miradouro da Graça (20h30); Rua do Comércio, 8 (21h); Largo do Intendente (21h); Metro de Telheiras (20h30); Café República, Av. D. Carlos I (21h).

Mais informações aqui e aqui.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados 40 anos do 25 de Abril, Sociedade
(...)