Está aqui

Greve Climática Estudantil: "Este Natal exigimos transportes públicos para todos"

A Greve Climática Estudantil vai voltar às ruas no domingo, 19 de dezembro. Em Lisboa, convocam uma manifestação a partir das 15h entre o Príncipe Real e o Cais do Sodré.
Greve Climática Estudantil vai voltar às ruas no domingo 19 de dezembro – Foto de Greve Climática Estudantil
Greve Climática Estudantil vai voltar às ruas no domingo 19 de dezembro – Foto de Greve Climática Estudantil

Em comunicado, a Greve Climática Estudantil informa que sob o mote "Este Natal exigimos transportes públicos para todos", o coletivo exige a gratuitidade dos transportes públicos, para serem mais acessíveis e mais utilizados.

Os e as ativistas salientam que "uma parte significativa da população depende diariamente dos transportes públicos", criticam as “frotas velhas e com poucas condições”, assim como os horários escassos, os atrasos sistemáticos e os sobrelotamentos. Apontam ainda que a rede de transportes públicos é fraca, sublinhando que essa situação reforça o isolamento social das comunidades mais marginalizadas e é “um sério entrave à coesão territorial nacional”.

Lembram também que "Portugal é o segundo país onde mais se usa o carro em toda a União Europeia", referindo que as pessoas são obrigadas a optar pelo transporte individual, o que para além de provocar problemas de congestionamento é responsável por uma parte significativa das emissões de gases efeito de estufa.

No manifesto (que pode ser lido na íntegra aqui), o coletivo frisa que a crise climática e a mobilidade não se solucionam com a massificação de carros elétricos ou impostos “verdes”, sendo necessário que se aposte numa rede de transportes públicos e na predominância do transporte coletivo como “única opção viável a longo prazo”.

A concluir, o coletivo afirma: “Por isso, neste Natal, a Greve Climática Estudantil não aceita promessas vazias; exige os transportes a que todos têm direito. Por um país mais sustentável, acessível e coeso, visam juntar a voz dos estudantes à dos trabalhadores em luta por melhores condições e reivindicam transportes públicos e gratuitos para todos”.

Termos relacionados Greve climática estudantil, Ambiente
(...)