Está aqui

Departamento de Estado dos EUA aponta possível catástrofe climática, governo censura

Segundo o Washington Post, responsáveis governamentais norte-americanos bloquearam um relatório científico do Departamento de Estado que denunciava o caráter “possivelmente catastrófico” das alterações climáticas. O governo dos EUA pretendia cortar referências incompatíveis com a política de Trump.
Foto de Takver/Flickr

O governo de Donald Trump não gostou do que leu num testemunho escrito em nome da Agência de Informação do Departamento de Estado assinado por Rod Schoonover, um analista sénior da instituição e professor de Química e Bioquímica na Universidade Estadual Politécnica da Califórnia. Ali, citando provas científicas avisava-se que as alterações climáticas provocadas pelos seres humanos têm um caráter “possivelmente catastrófico”.

Numa primeira tentativa, os responsáveis do Gabinete de Assuntos Legislativos da Casa Branca tentaram que as afirmações que vão num sentido contrário à política atual da Casa Branca fossem retiradas. Como os autores do relatório insistiram, a solução encontrada foi impedir que o testemunho escrito fosse entregue ao Comité de Inteligência da Câmara dos Representantes.

O jornal The Washington Post revelou este sábado o caso e mostrou o testemunho em causa junto com os comentários feitos a partir do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca.

De um lado, temos assim o testemunho que cita o trabalho científico de várias agências federais norte-americanas como a NASA e a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica, descreve o aumento das emissões de gases que causam o efeito de estufa e como contribui para a frequência e intensidade de acontecimentos climatéricos extremos para concluir que “na ausência de extensivos fatores ou acontecimentos mitigantes, vemos poucos cenários futuros plausíveis nos quais danos significativos – possivelmente catastróficos – não surjam dos efeitos combinados das alterações climáticas”.

Do outro, temos comentários críticos como este: “isto inclui muita propaganda alarmista sobre o clima que não é de todo ciência”. Estes corromboram a política promovida por Trump que abandonou os compromissos saídos dos acordos de Paris sobre alterações climáticas e que tem produzido declarações que o aquecimento global.

Termos relacionados Internacional
(...)