Está aqui

CTT distribuem dividendos e exigem compensação ao Estado pelo impacto da pandemia

A gestão privada dos correios quer que os contribuintes lhe paguem a queda dos lucros em 2020. Ao mesmo tempo, anunciou o regresso aos dividendos pagos aos seus acionistas.
estação CTT
Foto de Paulete Matos.

Segundo o portal Eco, a empresa iniciou os “procedimentos formais” para pedir uma compensação ao Estado pelos “impactos da pandemia” no negócio do correio. Os CTT dizem que a compensação poderá tomar a forma de um pagamento total em dinheiro ou um aumento dos preços dos serviços de correio, avança o Eco.

O grupo quer também que sejam revistas as condições financeiras do atual contrato de concessão do serviço postal universal, prorrogado pelo Governo até ao fim do ano. A empresa tem falhado os objetivos de qualidade do serviço ao longo do tempo e crescem os apelos à renacionalização do grupo CTT.

Em 2020, os CTT continuaram a ter lucros, no valor de 16.7 mihões de euros, o que representa uma quebra de 43% face ao ano anterior. Segundo o Jornal Económico, a administração anunciou que mesmo assim irá regressar ao pagamento de dividendos aos acionistas, no valor de 8.5 cêntimos por ação.

Termos relacionados Sociedade
(...)