Está aqui

Bloco condena ingerência máxima de Trump e seus aliados na Venezuela

O Bloco volta a “apelar para que sejam ouvidos os apelos do secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, do Papa Francisco, e de vários líderes democráticos da América Latina, que vêm oferecendo uma mediação internacional com vista a uma solução que promova a paz, a democracia e a soberania do povo venezuelano”.
Carlos Vecchio, enviado do líder da oposição venezuelana Juan Guaidó, durante uma declaração no prédio do Gabinete Militar da Venezuela, em Washington. Vecchio insistiu que a revolta de hoje na Venezuela não é um golpe de Estado, mas um “processo democrático”. Foto da Embaixada da Venezuela em Washington, EPA.

Durante a inauguração da Exposição - 20 anos do Bloco de Esquerda, Catarina Martins destacou que “não é normal quando o Governo norteamericano anuncia uma operação intitulada 'Liberdade' para a Venezuela”: “Ingerência máxima”, é disso que se trata, avançou a coordenadora bloquista.

Sublinhando que estamos a assistir “a uma tensão e um conflito que não sabemos para onde vai escalar”, Catarina Martins defendeu que é sempre bom nos assuntos internacionais “compreender a sua complexidade”.

Para a dirigente do Bloco, é preciso “arranjar uma solução pacífica e pôr o povo venezuelano em primeiro lugar”.

Em comunicado, o secretariado nacional do Bloco de Esquerda pronuncia-se sobre os recentes desenvolvimentos na Venezuela:

“A administração Trump e os seus aliados anunciaram esta terça-feira a “Operação Liberdade” com o intuito de provocar uma mudança de poder na Venezuela. O Bloco de Esquerda vê com preocupação a escalada do conflito promovida por atores externos à Venezuela e condena toda e qualquer tentativa de ingerência externa e de provocação militarista.

O Bloco de Esquerda volta a apelar para que sejam ouvidos os apelos do secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, do Papa Francisco, e de vários líderes democráticos da América Latina, que vêm oferecendo uma mediação internacional com vista a uma solução que promova a paz, a democracia e a soberania do povo venezuelano”.

Termos relacionados Crise na Venezuela, Internacional
(...)