Está aqui

Bernie Sanders venceu primárias do New Hampshire

O senador do Vermont obteve uma pequena margem sobre Pete Buttigieg que se posiciona como alternativa. Dois outros favoritos perderam terreno. O ex-vice-presidente Joe Biden ficou em quinto lugar e Elizabeth Warren foi ultrapassada no segundo por Amy Klobuchar. Bernie diz que é “o princípio do fim para Trump”.
Bernie Sanders na noite eleitoral das primárias em Manchester, New Hampshire. Fevereiro de 2020.
Bernie Sanders na noite eleitoral das primárias em Manchester, New Hampshire. Fevereiro de 2020. Foto de LUSA/EPA/JUSTIN LANE.

A segunda corrida das primárias democratas confirmou a popularidade de Bernie Sanders. Obteve cerca de 26% dos votos. O senador do Vermont saudou o resultado perante os seus apoiantes como sendo “uma oportunidade de terminar o que começamos há quatro anos e enviar uma mensagem poderosa aos multimilionários”. Uma oportunidade que, acredita, vai agarrar, sendo este assim “o princípio do fim para Trump”.

O segundo mais votado foi o ex-mayor de South Bend, Pete Buttigieg, que se arrisca assim a passar do estatuto de outsider para o de principal concorrente de Sanders. Com 24,3%, consolidou a sua posição e pretende agora provar que os dois primeiros resultados não foram uma anomalia na corrida presidencial dos democratas. Ao conceder a derrota neste Estado, o candidato declarou que os eleitores não deveriam ter de escolher entre status quo e revolução: “a maioria dos americanos não vê onde se encaixa nesta polarização”, considerou.

Já os dois principais candidatos a esse lugar estão em queda. A do ex-vice-presidente de Barack Obama é a mais espetacular, tendo ficado em quinto lugar. A da senadora do Massachusetts, Elizabeth Warren, é menos pronunciada mas não deixa de ser significativa. Warren foi ultrapassada pela senadora do Minnesota Amy Klobuchar, outra das candidatas menos conhecidas na corrida. Com 19,9% esta foi a surpresa da noite.

Alguns dos outros candidatos começam a desistir. O empresário Andrew Yang e o senador do Colorado Michael Bennet anunciaram o fim da sua disputa das primárias dos democratas. Espera-se que sejam seguidos brevemente por Deval Patrick, ex-governador do Massachusetts.

O grande ausente da corrida até agora tem sido o milionário e ex-mayor de Nova Iorque Michael Bloomberg. Apresentou a sua candidatura tardiamente, não investiu em nenhuma das duas eleições que até agora ocorreram. Espera para entrar nos momentos mais decisivos. Um deles é a Super Tuesday, a 3 de março em que, simultaneamente, 15 Estados vão a votos para decidir o seu favorito para enfrentar Trump. Antes disso, ainda neste mês, acontecerá o caucus do Nevada e, no final de fevereiro, as primárias da Carolina do Sul.

Termos relacionados Internacional
(...)