You are here

Greve parcial até quinta na Soflusa/Transtejo

Os trabalhadores voltam à luta por melhores salários e culpam administração e Governo pela intransigência que os obrigou à greve. De acordo com a empresa, estão previstas várias perturbações na ligação fluvial entre a margem sul e Lisboa.
Foto de Paulete Matos.
Foto de Paulete Matos.

Começou esta terça-feira uma greve parcial de três dias dos trabalhadores da Soflusa e Transtejo. A paralisação acontece dada a recusa da administração, que é comum às duas empresas, em conceder aumentos salariais.

O mesmo motivo tinha-os levado já a fazer greves parciais em maio, junho e julho. Nos passados dias 6 e 7 de setembro, voltaram a reunir em plenário e decidiram regressar à luta. A Fectrans, Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações, garante contudo que os sindicatos “tentaram de tudo para evitar a greve”. O dirigente sindical Paulo Lopes disse à Lusa que ainda houve reuniões com a administração na segunda-feira, não tendo sido possível “encontrar solução”. Para o sindicalista, a responsabilidade por isso “é toda da parte da empresa” e agora a situação “está na mão do Governo” que “quer manter mais um ano de congelamento de salários, não aceitando o subsídio proposto mais valorização salarial”.

A empresa, na sua página de Internet, esclarece que a travessia do Tejo será afetada, sobretudo nos períodos do início da manhã e de final de dia.

Para o percurso entre Barreiro e Terreiro do Paço, prevê-se um primeiro barco às 11h25, um último às 17h35 e depois a retoma no período noturno a partir das 22h. No trajeto contrário, os horários dos barcos começarão às 11h55 e acabarão às 18h, voltando em seguida depois das 22h30.

No percurso Cacilhas/Cais do Sodré, está previsto que a ligação seja assegurada entre as 9h20 e as 16h45 e mais tarde a partir das 20h14. No sentido contrário, os barcos começarão as travessias às 9h32 e e acabarão às 16h45 e, mais tarde, voltam a partir das 20h10.

Na carreira Montijo/Cais do Sodré o horário previsto é das 9h30 às 16h30 e, a seguir, das 20h30 às 22h30. No percurso inverso prevê-se que hajam ligações entre as 10h e as 16h30 e, de seguida, entre as 20h10 e as 23h15.

Na ligação Seixal/Cais do Sodré, existirão barcos entre as 09:15 e as 16:45 e no período noturno das 20:30 às 22:30. No sentido contrário, conta-se que haverá serviço entre as 09:40 e 16:45 e a seguir as 20:15 e as 23:15.

Entre a Trafaria-Porto Brandão e Belém, o primeiro barco será às 09:40 e haverá transporte até às 16:00, mais tarde voltará entre as 20:30 e 21:30. O percurso contrário é assegurado entre as 10:00 e e as 16:30 e entre as 21:00 e as 22:00.

Termos relacionados Sociedade
(...)