You are here

China ultrapassa Estados Unidos em número de bilionários

De acordo com o relatório Hurun, que recolheu dados das pessoas mais ricas em todo o mundo, a China tem 1.058 bilionários. É a primeira vez que um país tem mais de mil bilionários. Apesar da pandemia, no ano passado as grandes fortunas não pararam de aumentar por todo o mundo.
Foto de Pictures of Money/Flickr

A China ultrapassou pela primeira vez os Estados Unidos da América em número de bilionários. De acordo com o relatório “Hurun Global Rich List 2021” a China tem neste momento 1.058 bilionários, enquanto os EUA têm 696. Esta é também a primeira vez que um país ultrapassa o número de mil bilionários. Considera-se um bilionário quem atinge uma fortuna de pelo menos mil milhões de dólares.

Apesar da pandemia e da grave crise socioeconómica que atinge o planeta no ano passado, as grandes fortunas não pararam de aumentar. Em valor bruto aumentaram 32%, para um total de 14,7 biliões (milhão de milhões) de dólares.

De acordo com a mesma lista, que já vai na sua décima edição, foram acrescentados durante o ano passado mais 412 bilionários, o que dá em média 8 bilionários por semana. No total existem 3.228 bilionários em todo o mundo.

Só a China viu surgir mais 259 bilionários, comparando com os EUA, onde surgiram 70 bilionários no ano passado. Estes dois países juntos perfazem mais de metade das maiores fortunas do planeta. Seguem-se a Índia, com 177, e depois a Alemanha, Reino Unido e Suíça, cada um com 100.

Pequim é capital dos bilionários pelo sexto ano consecutivo, com 145 bilionários a viver nesta cidade. A segunda cidade é Xangai, que tirou o lugar a Nova Iorque, e que passa agora para terceiro lugar. Seis das dez cidades com a maior concentração de bilionários encontram-se localizadas na China.

Um dos bilionários que viu crescer mais a sua fortuna foi o fundador da plataforma Zoom, Eric Yuan, que viu a sua fortuna quadruplicar, para perto dos 19 mil milhões de dólares.

Termos relacionados Sociedade
(...)