Está aqui

Zeca Afonso faria 92 anos na segunda-feira e há um novo documentário sobre ele

“José Afonso: Traz Outro Amigo Também”, da autoria de Nuno Galopim e Miguel Pimenta, estreia dia dois de agosto na RTP1. A seguir, a televisão pública transmite um concerto de homenagem intitulado "O Cantinho do Zeca".
Zeca Afonso. Foto de ZELA/Flickr.
Zeca Afonso. Foto de ZELA/Flickr.

A RTP1 estreia na próxima segunda-feira às 21 horas o documentário “José Afonso: Traz Outro Amigo Também”. É uma forma de celebrar o cantor e compositor no dia em que faria 92 anos.

O filme é da autoria de Nuno Galopim e Miguel Pimenta e traz-nos a memória do músico de intervenção “através dos arquivos da rádio e televisão da RTP, entre entrevistas, atuações e reportagens” em que José Afonso fala “de si, das suas canções e de como estas refletiram as suas ideias” escreve-se no texto de apresentação da obra. Para além disso, juntam-se “parceiros” do artista para contar o seu percurso.

Segundos os autores, “devemos a José Afonso um conjunto de canções e pensamentos que mudaram o curso da música em Portugal. Insatisfeito com as formas e práticas da canção de Coimbra, atento aos contextos sociais e políticos do país real, foi criando uma obra que abriu e alargou horizontes, juntando à criação musical objetivos de luta. Primeiro contra o regime, depois em favor da criação de um modelo de sociedade”.
Imediatamente a seguir, a televisão pública transmite um concerto de homenagem filmado no Teatro Capitólio, em Lisboa, intitulado "O Cantinho do Zeca". O espetáculo contou com a direção artística de Agir juntou artistas como Carolina Deslandes, Lura, Marisa Liz, Tatanka, Joana Alegre, Cláudia Pascoal, Irma e Sara Correia que se apresentam como a "geração-filha" de Zeca Afonso e recriam o seu legado musical.

Termos relacionados Cultura
(...)