Está aqui

Sessão “Vencer a Crise” com Catarina Martins, na Sementeira

Começa esta sexta-feira a 8ª edição da Sementeira, iniciativa de divulgação artística e cultural na cidade de Viseu. Às 21h, Catarina Martins participa na sessão "Vencer a Crise" nos jardins da Casa do Miradouro.

Há oito anos que a Sementeira ocupa a cidade de Viseu com iniciativas artísticas e culturais, com espaço para a desconstrução crítica da realidade histórica e para a reflexão política dos contextos em vivência. Nos três dias da edição de 2020, “ano em que tudo está em permanente mutação”, os organizadores propõem uma “discussão em torno dos ativismos que ocupam e devem ocupar uma voz cada vez mais sonante na construção social e cultural”.

Com início nesta sexta-feira, dia 4 de Setembro, a iniciativa vai estender-se durante os dois dias do fim de semana com exposições, concertos, sessões de discussão e um momento de culinária vegana. Tudo isto vai acontecer em vários espaços da cidade, como o n.º 6 da Rua das Ameias e nas imediações desta rua, a Praça D. Duarte, assim como nos jardins da Casa do Miradouro.

O primeiro dia contará com a presença da Coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, numa sessão com o tema “Vencer a Crise”, a partir das 21:00 nos jardins da Casa do Miradouro. O mote para a discussão são os efeitos da pandemia e as respostas da esquerda para proteger as vidas e os empregos. Além da crise sanitária, o novo coronavírus provocou “uma crise social e económica e revelou o pior da desregulação do mundo do trabalho, da falta de investimento no Serviço Nacional de Saúde e a grande fragilidade dos cuidados com os idosos e outros. Esta é uma realidade transversal que se fez sentir com muita força no mundo da cultura e das artes”, dizem os organizadores em comunicado.

A entrada é livre, mas limitada aos lugares possíveis, seguindo as regras de segurança sanitária. Garante desde já lugar sentado para ti ou para o teu grupo através do e-mail sementeiraviseu@gmail.com ou SMS para o número 962415875 com o número de pessoas, bem como o nome e contacto telefónico do responsável do grupo.

Nesse dia abrem também duas exposições: a Exposição Coletiva, que ocupará o número 6 da Rua das Ameias, e que conta com a colaboração de mais de 20 artistas; e a exposição documental “STOP Homofobia – Passado, Presente e Futuro”, que pode ser vista na Praça D. Duarte durante todo o fim de semana, a assinalar os 15 anos da Manifestação STOP Homofobia de 15 de maio de 2005, recordando um dos momentos mais difíceis da memória da comunidade LGBTI+ em Viseu.

Durante toda a programação serão cumpridas normas de segurança que permitam usufruir e participar nos diversos momentos em segurança sanitária.

O programa completo pode ser consultado aqui.

Termos relacionados Cultura
Comentários (1)