Está aqui

Ribeira de Pena: População lança abaixo-assinado contra linha de alta tensão

A construção do Complexo Hidroelétrico do Alto Tâmega vai fazer uma linha de alta tensão passar “praticamente em cima das habitações”. Em Friúmes, Ruival e Fontes a população mobiliza-se. Notícia do Interior do Avesso.
Linhas elétricas. Foto de José Eduardo Deboni/Flickr.
Linhas elétricas. Foto de José Eduardo Deboni/Flickr.

As localidades de Friúmes, Ruival e Fontes, do concelho de Ribeira de Pena, no distrito de Vila Real, decidiram promover uma petição contra o restabelecimento de uma linha de alta tensão “praticamente em cima das habitações”. Esta obra é feita no âmbito da construção do Complexo Hidroelétrico do Alto Tâmega.

A agência Lusa, citada pelo Diário de Trás-os-Montes, teve acesso ao abaixo-assinado promovido por três localidades do concelho de Ribeira de Pena, no distrito de Vila Real, onde está projetado o restabelecimento de uma linha de alta tensão no âmbito da construção do Complexo Hidroelétrico do Alto Tâmega, realizado pela EDP.

No documento pode ler-se que “o restabelecimento da linha irá ocorrer sobre as localidades de Fontes, Ruival e Friúme, praticamente em cima das habitações que ali se construíram e se estão a construir”.

Uma das moradoras afetadas é Celeste Gonçalves, que considera que a linha poderia ser deslocalizada para junto do rio “onde não existe população”. Acrescenta que “esta intervenção vai criar muitos transtornos, eventualmente até a nível de saúde, e desvalorizar habitações e terrenos agrícolas.”

Celeste entende que caso exista “boa vontade” das entidades competentes, vê uma solução que não prejudique as populações, pedindo a intervenção do Governo, Direção-Geral de Energia (DGEG) e Geologia e Agência Portuguesa do Ambiente.

“Neste momento já temos escavações de vários buracos, mas só está a escavação, é a única coisa que está feita. Ainda não pagaram nenhum terreno, não foi feita qualquer expropriação de que tenha conhecimento”, sublinhou a moradora.

A intervenção para o restabelecimento da LN – Área 60 kV, Fermil-Bragadas (modificação entre o ap. nº.52 e o ap. nº. 57), cujo licenciamento é da DGEG, está prevista no projeto do Complexo Hidroelétrico do Alto Tâmega, onde a albufeira de Daivões é parte integrante.

O Bloco de Esquerda, em maio de 2020, já tinha feito chegar uma pergunta ao Governo, nomeando várias Resoluções aprovadas na Assembleia da República, na qual queria saber se as autoridades estão a ter em contas os vários prejuízos que este projeto pode acarretar nas populações, fauna e flora e se a possibilidade de colocação subterrânea dos cabos de linha elétrica está a ser considerada.

Notícia publicada no Interior do Avesso.

Termos relacionados Sociedade
(...)