Está aqui

Nobel da Paz poderá não ser entregue

Governo chinês proíbe os dois irmãos de Liu Xiaobo de viajarem a Oslo para receber o prémio; a mulher está em prisão domiciliária e nem o advogado tem permissão para sair do país.
O próprio advogado de Liu Xiaobo foi proibido de deixar o país.

O governo chinês proibiu os dois irmãos do Nobel da Paz Liu Xiaobo de viajarem a Oslo para receber o prémio em nome do activista detido, noticiou a agência de notícias espanhola Efe, citando o advogado do activista e professor de literatura, Shang Baojun. O próprio Shang foi proibido de deixar o país.

A mulher de Liu Xiaobo, Liu Xia, também não pode ir receber o prémio, porque está em prisão domiciliária desde o dia 10 de Outubro, depois de uma visita à prisão em que informou o marido que lhe tinha sido atribuído o Nobel da Paz.

O director do Instituto Nobel, Geir Lundestad, afirmou nesta quarta-feira que caso nenhum parente próximo de Liu Xiaobo possa ir a Oslo receber o Nobel da Paz, no dia 10 de Dezembro, não haverá entrega para esta categoria este ano.

De facto, diante da impossibilidade de os irmãos de Liu Xiaobo viajarem, a lista de convidados enviada por Liu Xia não inclui nenhum familiar, apenas nomes de chineses residentes em Hong Kong ou exilados no exterior.

Liu Xiaobo, de 54 anos, tem dois irmãos, Xiaoxuan, professor universitário em Cantão, e Xiaoguang, que vive em Dalian, no Noroeste da China. Ambos tinham manifestado disponibilidade de ir a Oslo receber o prémio em nome do irmão.

O advogado de Liu adianta que cerca de 50 activistas próximos de Liu estão também detidos ou sob apertada vigilância das autoridades, incluindo as fundadoras do grupo “Mães de Tiananmen”, que reúne familiares das vítimas do massacre na maior praça de Pequim, em Junho de 1989.

Noutras ocasiões, quando os próprios premiados não puderam comparecer à cerimonia em Oslo, como foi o caso do sindicalista polaco Lech Walesa (1983) e da opositora birmanesa Aung San Suu Kyi (1991), o Instituto Nobel entregou o prémio a parentes próximos dos homenageados.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Internacional
(...)