Está aqui

Morreu Tucha Martins

Figurinista e artesã, Tucha Martins dedicou a vida às artes cénicas e com o seu entusiasmo contagiante dinamizou a vida cultural de Albergaria a Velha. Faleceu esta quinta-feira, vítima de covid-19.
Tucha Martins
Tucha Martins. Foto AlbergAR-TE/Facebook

Nascida em 28 de setembro de 1963, Tucha Martins estudou estilismo e modelação, começou a trabalhar para a indústria do vestuário como estilista e modelista, mas o seu sonho era trabalhar no mundo do espetáculo e artístico. Fez a Licenciatura em Teatro – Design de Figurinos na ESMAE, foi professora e trabalhou como free-lancer para diversas companhias de Teatro e Dança. Foi figurinista em inúmeras peças de teatro e integrava a Companhia do Jogo e o Projeto Faunas, Participou em muitos outros espetáculos e na animação de feiras medievais ao longo das últimas décadas.

Tornou-se uma figura incontornável da produção cultural do distrito de Aveiro e em Albergaria a Velha, onde viveu e ajudou a concretizar projetos como o “Dos Modos Nascem Coisas - Festival de Fazedores de Arte”, entre tantas outras iniciativas promovidas pela associação que ali criou, a AlbergAR-TE. Lecionava Teatro, expressões artísticas – corporal, dramática, visuais e tecnológicas - e foi responsável por inúmeras formações e oficinas de costura criativa, artes da agulha, modelação, cursos de costureira/modista e elementos visuais na cena.

Trabalhou também no cinema como figurinista e aderecista. O seu último trabalho foi no filme de Joaquim Pavão “Entre Sonhos”, apresentado na RTP2. Com o seu companheiro Victor Valente desenvolveu em Albergaria-a-Velha um intenso trabalho de animação cultural junto da comunidade local e uma permanente atividade cívica.

Além da alegria, criatividade e entusiasmo que transportava para os seus projetos e que a tornaram numa referência entre artistas e artesãos, Tucha foi também sempre uma mulher de luta. Na sua mensagem de condolências, o Bloco de Esquerda de Aveiro recorda o seu papel na construção do Bloco de Esquerda no concelho de Albergaria-a-Velha, em cujas listas foi várias vezes candidata. “A vida interrompeu-se, mas as várias lutas da vida da Tucha continuarão”, diz a distrital bloquista.

O Esquerda.net e o Bloco endereçam ao seu companheiro e ao filho as sentidas condolências. 

Termos relacionados Sociedade
(...)