Está aqui

Lisboa: mantido o programa de consumo vigiado

Depois da intervenção da vereadora Beatriz Gomes Dias foi possível garantir o financiamento do programa de consumo vigiado móvel é manter a resposta as pessoas que consomem drogas. Bloco saúda o trabalho das associações GAT e Médicos do Mundo em prol deste programa de redução de riscos.

As associações Médicos do Mundo (MdM) e o Grupo de Ativistas em Tratamentos (GAT) anunciaram que vão manter o programa de consumo vigiado móvel. As duas associações tinham decidido interromper o funcionamento do programa, a partir de 6 de maio, devido à falta de decisão sobre o seu financiamento. Ambas as associações tinham informado que há quase dois meses mantinham o programa "com base em fundos próprios", mas não tinham condições para continuar a mantê-lo.

Em comunicado publicado nas redes sociais, o Bloco de Esquerda de Lisboa divulgou a notícia e saudou o trabalho das duas associações:

 

Termos relacionados Sociedade
(...)