Está aqui

Lisboa é uma das 95 cidades mais caras do mundo

Estudo da Mercer indica que, apesar de a capital portuguesa ter caído duas posições, continua próxima de outras cidades europeias, como Berlim, Madrid ou Barcelona. Das dez cidades mais caras do mundo, oito são asiáticas.
Fotografia de Paulete Matos
Fotografia de Paulete Matos

O ranking do Custo de Vida 2019 da Mercer analisou 209 cidades do mundo. A capital do mundo aparece em 95º lugar.

Hong Kong é a cidade mais cara do mundo e, das analisadas, Tunes é a mais cara. Luanda caiu 20 posições, sendo agora a 26ª mais cara.

Lisboa caiu agora duas posições, depois de uma grande subida em 2018, em que subiu 44 posições, devido principalmente ao custo da habitação.

A descida atual não se deve, contudo, a um custo de vida mais barato, mas antes ao facto de outras cidades terem ficado mais caras. Perto de outras cidades europeias (como Barcelona, na 92ª posição), em Lisboa há custos elevados de habitação, de alimentação e de combustíveis.

No top 10, encontra-se apenas uma cidade europeia: Zurique. Berna, que no ano passado estava na 10ª posição, recuou para o 12º lugar. Genebra caiu do 11º para o 13º lugar.

Outras cidades da Europa Ocidental recuaram. Milão, Paris, Oslo e Madrid caíram 12, 13, 14 e 18 lugares, respetivamente.

Já a Ásia domina o top das cidades mais caras. Das 10 mais caras do mundo, oito são asiáticas: Hong Kong (1º), Tóquio (2ª), Singapura (3ª), Seoul (4ª), Shangai (6ª), Ashgabat (7ª), Pequim (8ª) e Shenzhen (10ª). De resto, no top 10, estão apenas Zurique e Nova Iorque.

Termos relacionados Sociedade
(...)