Está aqui

“Labanta Braço”, a compilação de músicos negros contra o racismo

37 artistas participam na obra cuja ideia nasceu a seguir ao assassinato de George Floyd. As receitas da venda do álbum digital revertem para a associação SOS Racismo.
Imagem do projeto Labanta o Braço.
Imagem do projeto Labanta Braço.

A ideia surgiu depois do assassinato de George Floyd. Depois, “a necessidade de tomar uma posição com força foi-se tornando cada vez mais urgente”. O resultado chegou esta sexta-feira, uma “compilação instrumental solidária” criada por 37 artistas negros como forma de protesto contra o racismo.

É uma iniciativa da plataforma Rimas e Batidas e do programa de rádio Raptilário. E o comunicado que lançaram explica que “esta é a banda sonora de uma revolução social, um grito a favor da igualdade e a uma só voz – mesmo que encontremos por aqui artistas de géneros, idades, passados e contextos tão diferentes”.

A obra reage também ao assassinato de Bruno Candé mas os organizadores sublinham que esta não é “uma questão de intolerância de 'hoje', mas sim algo que tem estado enraizado na nossa sociedade”.

A obra junta músicas de Alexandre Francisco Diaphra, Ângela Polícia, Arekkusu, Bambino, Blaeckfull, Cachupa Psicadélica, Danykas DJ, Deejay Télio, DJ ADAMM, DJ Lycox, DJ Marfox, DJ Núcleo, DJ Satelite, Dotorado Pro, El Conductor, FRXH, herlander, Jackpot BCV, Juzicy, Kilú, Macaia, Mizzy Miles, Nástio Mosquito, Nel'Assassin, Nelsoniq, Nídia, Nigga Fox, Nzhinga, oseias., PHOEBE, prétu, rkeat, Wake Up Sleep, Slow J, Studio Bros, Tóy Tóy T-Rex and Young Max.

É possível ouvir estes trabalhos gratuitamente no site da Rimas e Batidas mas é pedido um contributo de um euro para adquirir o álbum na versão digital. “Todas as receitas angariadas irão ser doadas à associação SOS Racismo. Vamos depois desafiar várias marcas a igualar o valor que angariarmos até ao final do Bandcamp Friday de setembro, que se assinala no dia quatro, e o valor desta 'matching campaign' será dividido em partes iguais pelos criadores que fizeram beats para a compilação e pela instituição escolhida”, esclarecem.

Termos relacionados Cultura
(...)