Está aqui

Estudo sobre trabalho sexual apresentado esta quarta-feira

“Menos iguais que outr@s: As leis que afetam o trabalho sexual e a defesa dos direitos de profissionais do sexo na União Europeia" é o título do estudo coordenado por Alexandra Oliveira para a delegação do Bloco no Parlamento Europeu e o grupo The Left. Apresentação começa às 10h e tem transmissão online.

A delegação do Bloco de Esquerda no Parlamento Europeu solicitou um estudo  com o objetivo de analisar as políticas e leis que, nos Estados-Membros da União Europeia, afetam o trabalho sexual, bem como os impactos dessas soluções legislativas.

“Com este estudo podemos ter conhecimento da situação em que vivem os e as trabalhadoras do sexo na Europa”, afirma Marisa Matias, em declarações ao esquerda.net, acrescentando que “o combate a todas as formas de marginalização é uma prioridade, sobretudo nas populações mais vulneráveis”.

José Gusmão acrescenta que “podemos ter diferentes opiniões sobre a natureza o trabalho sexual, mas não é possível continuar a condenar quem o faz à marginalidade e vulnerabilidade completas. A escolha que temos é entre ter trabalhadoras com direitos ou vítimas sem voz”.

“Menos iguais que outr@s: As leis que afetam o trabalho sexual e a defesa dos direitos de profissionais do sexo na União Europeia" é o resultado desse trabalho de investigação, coordenado por Alexandra Oliveira, professora universitária e investigadora da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto (FPCEUP). 

A sessão de apresentação do estudo conta também com três trabalhadoras do sexo, designadamente Sandra e Maria, do movimento português de trabalhador@s do sexo, e Sabrina Sanchez, membro do “Otras”, sindicato espanhol de trabalho sexual. 

O estudo “Menos iguais que outr@s: As leis que afetam o trabalho sexual e a defesa dos direitos de profissionais do sexo na União Europeia" é apresentado no dia 24 de fevereiro, às 10h00, e pode ser acompanhada em direto, na página de Facebook de José Gusmão. A sessão tem interpretação em Língua Gestual Portuguesa.

PROGRAMA

Abertura: 
Marisa Matias, Eurodeputada do Bloco de Esquerda

Apresentação do estudo:
Alexandra Oliveira (coordenadora), Ana Lemos, Mafalda Mota e Rita Pinto, (FPCEUP)

Comentários:
Luca Stevenson: International Committee on the Rights of Sex Workers in Europe (ICRSE)
Sabrina Sanchez: Sindicato Otras
Sandra e Maria: Movimento dxs trabalhadorxs do sexo
Sandra Cunha: Deputada do Bloco de Esquerda  
Sohie in't Veld: Eurodeputada D66

Encerramento:
José Gusmão, Eurodeputado do Bloco de Esquerda
Termos relacionados Política
(...)