Está aqui

“Enfermeiros não querem palmadinhas nas costas com uma Champions League"

No dia em que o Parlamento discute iniciativas para valorizar a carreira de enfermagem, o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses está concentrado no Largo de São Bento. Para o deputado Moisés Ferreira, o que é necessário é "uma carreira digna e subsídio de risco”.
Foto de esquerda.net

No dia em que são discutidos cinco projetos lei, um projeto de resolução e duas petições para valorizar e dignificar a enfermagem, os profissionais deste setor concentram-se junto à Assembleia da República exigindo a valorização da carreira de enfermagem.

Em declarações à TVI, Margarida Costa, enfermeira há 40 anos, fala do congelamento da carreira de enfermagem, feita no “tempo da troika”. Esta falta de progressão na carreira cria situações de enorme injustiça, e desvaloriza a experiência e saber acumulado ao longo dos anos, diz a enfermeira que fala de uma “luta constante” pela dignificação da profissão.

Os enfermeiros são fundamentais no Serviço Nacional de Saúde, mas sentem-se desmotivados com a falta de valorização da sua carreira, e com a “falta gritante” de profissionais nos serviços.

Os deputados bloquistas Moisés Ferreira e João Vasconcelos estiveram presentes na concentração. Moisés Ferreira disse à comunicação social que estes profissionais de saúde são “imprescindíveis” e por isso é preciso “reconhecer e valorizar os profissionais de saúde” com uma melhor carreira, um melhor salário, melhores condições de trabalho, com melhores formas de progressão na carreira.

Reagindo às palavras do primeiro-ministro no anúncio da realização da final da Champions League de futebol em Portugal, ao afirmar que ela é "um prémio para os profissionais de saúde" portugueses, o deputado bloquista respondeu que “os enfermeiros não querem palmadinhas nas costas com uma Champions League, querem uma carreira digna e subsídio de risco”.

No debate desta quinta-feira, o Bloco apresenta na Assembleia da República dois projetos lei que garantem a dignificação da carreira da enfermagem e alteram o regime de carreira especial desta profissão, de forma a garantir posicionamentos remuneratórios e progressões de carreira mais justos e condizentes com o reconhecimento que os profissionais de enfermagem merecem.

Termos relacionados #SomosTodosSNS, Política
(...)