Está aqui

Eduardo Jorge terminou protesto mais cedo

O tetraplégico que esteve em protesto em frente ao parlamento, conversou com o Presidente da República que o visitou acompanhado pela Secretária de Estado. Eduardo Jorge declarou que "há abertura para conversar sobre algumas reivindicações".

Eduardo Jorge foi visitado, junto ao parlamento, ao início da noite deste domingo, 2 de dezembro, pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que fez a visita acompanhado pela Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes.

Em declarações à comunicação social, Eduardo Jorge disse que conversou com o Presidente da República e que houve “abertura para, em princípio, alterar algumas coisas que reivindicamos e não estão corretas”. Perante “estes factos”, Eduardo Jorge considerou que “não faz sentido” manter o protesto, que termina antes do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, que se comemora nesta segunda-feira.

Num comentário na sua página no facebook, Jorge Falcato escreve que “vale a pena lutar”, sublinhando que “abriu-se uma porta para uma possível alteração da situação”.

Catarina Martins visitou Eduardo Jorge na manhã de domingo, tendo declarado que o Governo deve "respeitar as escolhas de pessoas como o Eduardo, que querem viver na sua casa”.

“O Governo deve ouvir o Eduardo, porque o executivo tem possibilidade, no âmbito das suas competências, de estender, de alargar os projetos de vida independente, de os tornar mais capazes de dar resposta mais concreta às pessoas com deficiência e de respeitar as escolhas de pessoas como o Eduardo, que querem viver na sua casa”, sublinhou ainda a coordenadora do Bloco de Esquerda.

Termos relacionados Sociedade
(...)