Está aqui

Bloco promove 4º Encontro Feminista este fim-de-semana

A iniciativa, que terá lugar no Teatro Municipal Joaquim Benite, em Almada, conta com painéis e oficinas sobre temas como o assédio e as violências de género, precariedade, trabalho sexual, e a construção da agenda feminista nas escolas e universidades e no trabalho local.

“Insubmissas” é o mote do 4º Encontro Feminista do Bloco de Esquerda, no qual podes inscrever-te aqui. “Usamos o plural no feminino, incluindo neste referente todas as mulheres que assim se reconhecem e todas as pessoas que são alvo de discriminação e violência machistas, bem como do sistema normativo do género. Não excluímos ninguém, mas assumimos um lado, aquele que - ao contrário do que muitos pensam - não é o mais fraco”, lê-se na apresentação do evento no facebook.

A abertura do Encontro, subordinada ao tema “Feministas e anticapitalistas”, tem início no sábado, dia 15 de setembro, pelas 10h, com as intervenções de Alba Del Campo (ecofeminista, coordenadora da Mesa de Transición Energética de Cádiz), Cristina Roldão (socióloga, CIES-IUL) e Sofia Roque (investigadora em Filosofia, CFUL, ativista feminista).

Segue-se, pelas 11h45, o painel “Precárias nos querem, grevistas nos terão”, que conta com os contributos de Tânia Russo (Associação de Combate à Precariedade - Precários Inflexíveis), Adriana Lopera (enfermeira, ativista feminista), Raquel Azevedo (dirigente sindical) e a moderação de Isabel Pires (deputada Bloco de Esquerda).

Após o almoço, o Econtro recomeça, pelas 14h30, com a projeção do filme “Do corpo à palavra” (2008) 48’ de Mariana Lemos, Luciana Fima e Bruno Cabral e uma conversa à volta do tema “Trabalho sexual: como assegurar direitos e proteção social” com Carla Fernandes (Obra Social das Irmãs Oblatas), Alexandra Oliveira (investigadora na área do trabalho sexual na Uporto), Melina Antunes (LABUTA) e a moderação de José Soeiro (deputado Bloco de Esquerda).

Às 16h45 terão lugar duas oficinas: “Construindo a agenda feminista... nas escolas e universidades”, com Catarina Figueiredo (coletivo feminista da FLUP), Diogo Alexandre (estudante), Albertina Pena (professora e ativista feminista) e várias associações e movimentos; e “Construindo a agenda feminista... no trabalho local”, com Almerinda Bento (autarca do Bloco de Esquerda, ativista feminista), Joana Mortágua (deputada e vereadora do Bloco de Esquerda), Susana Constante Pereira (deputada municipal do Bloco de Esquerda) e várias associações e movimentos.

A oficina “Poesia insubmissa” começa, por sua vez, às 19h e é conduzida por Regina Guimarães (escritora, tradutora, videasta, etc).

Concerto, às 22h de sábado, também no Teatro Municipal Joaquim Benite, com Vitória & The Kalashnicoles

No domingo, os trabalhos recomeçam às 11h com o painel “Identitidades de género - o que é o transfeminismo?” com Sacha Montford (ativista transfeminista), Júlia Pereira (API - Ação Pela Identidade) e moderação de Inês Santos (ativista feminista).

Para a tarde está agendado o painel “Combater o assédio e as violências de género”, com início às 14h e no qual intervirão Elisabete Brasil (UMAR) e Patrícia Martins (ativista feminista): A moderação estará a cabo de Cecília Honório (professora e ativista feminista).

Às 15h45 apresentam-se as conclusões de cada sessão e pelas 16h45 dar-se-á o encerramento do Encontro com as intervenções de Andrea Peniche (ativista feminista), Sandra Cunha (deputada do Bloco de Esquerda) e Catarina Martins (coordenadora nacional do Bloco de Esquerda).

Notícia atualizada dia 12 de setembro às 11.50h

AnexoTamanho
PDF icon Do Corpo à Palavra138.88 KB
Termos relacionados Política
(...)