Está aqui

Bloco lança plataforma despedimentos.pt

Trata-se de um instrumento para realizar o mapeamento dos abusos laborais em tempos de pandemia, fornecer instrumentos de denúncia às trabalhadoras e aos trabalhadores afetados e reunir informação relevante que permita a proteção dos empregos.

Defendendo que responder à pandemia de COVID-19 é uma urgência que convoca todos os esforços, em primeiro lugar no reforço e na proteção dos recursos e dos profissionais do SNS, o Bloco tem estado na linha da frente dessa proposta, exigindo a mobilização do Estado na coordenação da resposta ao problema de saúde pública.

Os bloquistas alertam, por outro lado, que a necessária estratégia de combate à pandemia, com o fecho de serviços não essenciais e a adoção do teletrabalho não pode, contudo, dar azo ao abuso e que é imperativo travar a vaga de despedimento selvagens e de abusos laborais que se abateu sobre milhares de trabalhadores/as nas últimas duas semanas.

Por forma a mapear os abusos laborais em tempos de pandemia, fornecer instrumentos de denúncia aos/às trabalhadores/as afetados/as e reunir informação relevante que permita a proteção dos empregos, o Bloco lançou esta quarta-feira a plataforma despedimentos.pt (consulte ainda a página de facebook da plataforma).

Nesta campanha, os bloquistas dedicarão boa parte da sua atividade e da militância dos seus dirigentes e aderentes, avançando com proposta claras de proteção do emprego, da proibição dos despedimentos e do relançamento de uma economia com direitos.

Através desta plataforma, será possível denunciar as situações de abuso e fazer chegar informação relevante.

 

Termos relacionados Covid-19, Política
(...)