Está aqui

Bingos Saviotti recebe ajudas para lay-off e depois despede trabalhadores

Sindicato da Hotelaria do Sul acusa a empresa de fazer um “despedimento encapotado”, impondo acordos de rescisão depois de estar a receber apoio da Segurança Social desde abril de 2020.
Página da Bingo Koala no Facebook. Foto da CGTP.

A Bingos Saviotti, que integra o Grupo Dom Pedro Hotels presente em Portugal e Brasil, é a proprietária do Bingo Koala, situado no Parque das Nações, em Lisboa. Esta sala tem trinta trabalhadores atualmente.

De acordo com o Sindicato da Hotelaria do Sul, esta empresa “está a promover um despedimento de trabalhadores encapotado, pela via de acordos de rescisões de contratos” no Bingo Koala. Isto depois de ter recorrido ao lay-off simplificado, tendo recebido apoios financeiros da Segurança Social desde abril de 2020.

O sindicato acrescenta em comunicado que “esta situação é um dos muitos exemplos do aproveitamento patronal e de alguns grupos económicos estão a fazer do atual surto epidémico”. Refere as suas “sucessivas denúncias” de “tentativas da retirada de direitos realizadas pelo patronato”, considerando que “as autoridades inspetivas e governativas não estão a conseguir atuar atempadamente para eliminar estes abusos laborais e afronta aos trabalhadores e ao país”.

O sindicato insiste na proposta de proibição dos despedimentos “de qualquer natureza” e no “pagamento dos salários a 100%”, “não apenas para assegurar a sobrevivência de milhares de trabalhadores, mas também como passo importante para garantir a retoma da atividade económica em Portugal”.

Num setor “que atingiu nos últimos anos receitas positivas”, não podem ser “os trabalhadores a pagar as consequências da epidemia”, defendem.

Termos relacionados Sociedade
(...)