Está aqui

Austrália: Descoberto dinossauro identificado como uma nova espécie

O Australotitan cooperensis viveu há 100 milhões de anos e estima-se que tenha tido de 5 a 6,5 metros de altura e 25 a 30 metros de comprimento.
Titanosaur Eggshell - Foto de GorissM | Flickr

Em 2006, foi descoberto na Austrália um enorme dinossauro e agora esses fósseis foram identificados como uma nova espécie, segundo a agência Lusa.

Esta espécie é denominada como Australotitan cooperensis, considerado um dos maiores animais que pode ter vivido no planeta.

Este dinossauro pertence ao grupo titanosaur, que viveu há 100 milhões de anos e foram encontrados restos destes animais em todos os continentes. Estima-se que tenha tido de 5 a 6,5 metros de altura e 25 a 30 metros de comprimento.

Robyn Mackenzie, do Museu de História Natural de Eromanga, no Estado australiano de Queensland, disse que “se as comparações do tamanho dos membros são alguma coisa, este novo titanossauro está entre os cinco maiores do mundo”.

Os ossos fossilizados foram descobertos em 2006 numa quinta familiar a mil quilómetros a oeste de Brisbane, na bacia de Eromanga. Scott Hocknull, paleontólogo do Museu de Queensland, explicou que esta confirmação é o resultado de “um processo muito longo e enfadonho”.

O maior dinossauro conhecido até agora é o Patagotitan mayorum, o “Titã Patagónico”, descoberto em 2017 na Argentina.

 

 

Termos relacionados Cultura
(...)