Está aqui

Agência espacial portuguesa quer vaivém europeu em Santa Maria

Agência espacial quer implementar o vaivém para experiências com microgravidade. António Lima, coordenador do Bloco/Açores, alerta: “Fazem-se grandes anúncios de projetos internacionais sem que as populações sejam informadas e saibam quais os seus potenciais benefícios e impactos negativos”.
Baía da Praia Formosa, Almagreira, concelho da Vila do Porto, Ilha de Santa Maria (Açores), Portugal - foto de Carlos Luis M C da Cruz/domínio público,  https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=4016113
Baía da Praia Formosa, Almagreira, concelho da Vila do Porto, Ilha de Santa Maria (Açores), Portugal - foto de Carlos Luis M C da Cruz/domínio público, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=4016113

Segundo a Lusa, a Agência Espacial Portuguesa quer levar para a ilha de Santa Maria o Space Rider, um vaivém europeu que faz experiências com microgravidade. O anúncio foi feito por Manuel Heitor, ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. Em visita à ilha de Santa Maria, disse que “o Space Rider é um laboratório de microgravidade” que permite “desenvolver novos produtos e sistemas”.

Sobre este projeto, o Esquerda.net questionou o coordenador do Bloco/Açores e deputado regional, que alertou para a falta de informação à população e ausência de análise dos impactos. “A possibilidade de Santa Maria ser local de aterragem do vaivém da ESA demonstra o interesse internacional pela posição geográfica dos Açores”, sublinha o deputado bloquista.

No entanto, António Lima alerta: “Mais uma vez fazem-se grandes anúncios de projetos internacionais sem que as populações sejam informadas e saibam quais os seus potenciais benefícios e impactos negativos”.

Exigimos que este projeto não siga o mesmo caminho pouco transparente do porto espacial, afirma António Lima, coordenador do Bloco Açores

O coordenador do Bloco Açores exige que este projeto "não siga o mesmo caminho pouco transparente do porto espacial.”

Manuel Heitor diz que as experiências feitas com o vaivém vão, por exemplo, “transformar completamente a indústria farmacêutica”, já que permitem “fazer novos produtos de uma forma mais rápida”. E acrescentou que “isso exige que, onde o Space Rider aterra, tem de haver laboratórios das empresas farmacêuticas”.

Manuel Heitor diz ainda que “trazer o Space Rider não é apenas usar um aeroporto magnífico e uma localização magnífica, é também trazer novas pessoas e criar empregos aqui em Santa Maria”.

Projeto "permitirá à Europa ter um transporte viável para operações espaciais", diz apresentação

Na página na internet da Portugal Space (a agência espacial portuguesa) refere-se que o vaivém é um veículo que permite “o acesso e retorno de cargas úteis para e do Espaço, possibilitando a investigação e desenvolvimento de novos produtos em ambiente de microgravidade”.

No site da agência diz-se ainda que este é um projeto que “depende, em grande medida, da capacidade de ligar os setores espaciais e não espaciais” e refere-se que Santa Maria, surge como um local de desembarque para este sistema da Agência Espacial Europeia, “que permitirá à Europa ter um transporte viável para operações espaciais para e do Espaço, garantido à indústria europeia a capacidade de abrir novos mercados”.

Nesta segunda-feira foi assinado um protocolo entre a República Portuguesa e a Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla inglesa) e foi dado a conhecer o novo projeto. O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior acrescenta que é “um grande investimento público europeu, onde Portugal decidiu investir, juntamente com Itália e com todos os países europeus, através da Agência Espacial”.

Manuel Heitor diz ainda que “a infraestrutura irá dispor de um centro de controlo de aterragem, além de uma plataforma de processamento e análise de cargas úteis com instalações e competências altamente especializadas”.

A empreitada irá a concurso ainda este ano, para que a obra possa ser iniciada em 2022, estando o voo inaugural previsto para 2023, segundo disse à Lusa o presidente da Portugal Space, Ricardo Conde. O presidente da agência espacial portuguesa disse ainda que “o Space Rider surge no contexto de um ‘ecossistema’ que está a ser criado em Santa Maria, que conta já com estruturas como o teleporto, que inaugurou hoje uma antena de 15 metros dedicada à recolha de dados científicos que vão permitir perceber as alterações climáticas”.

A criação da agência espacial portuguesa Portugal Space foi criada pelo Governo de Portugal com o Governo Regional dos Açores e tem sede em Santa Maria, Açores.

Termos relacionados Política
(...)