You are here

Fecho da refinaria de Matosinhos “é uma decisão selvagem”

O deputado bloquista José Soeiro reuniu com a Comissão de Trabalhadores da Petrogal e defendeu que o encerramento da refinaria não tem nenhum efeito na redução de emissões poluentes.
Refinaria de Matosinhos. Foto de Estela Silva/Lusa

A decisão da Galp de encerrar a refinaria de Matosinhos foi duramente criticada pelo Bloco de Esquerda após uma reunião com a Comissão de Trabalhadores da Petrogal esta segunda-feira. “O que está em curso é uma decisão completamente selvagem da administração da Petrogal quer no método, na medida em que os trabalhadores não foram minimamente envolvidos na discussão, quer nas consequências, nomeadamente no despedimento de 500 trabalhadores e 1.000 prestadores de serviço”, afirmou José Soeiro à saída do encontro.

O deputado bloquista entende que, ao contrário dos argumentos da Galp e do Governo, o impacto do encerramento na redução das emissões de dióxido de carbono será nulo, uma vez que a população continuará a consumir combustíveis enquanto não houver uma alteração dos padrões de consumo. E sublinhou que “é um erro grave que se apresente a transição energética como ameaça ao emprego e direitos de trabalhadores”.

"Esta é uma decisão selvagem que tem como único objetivo a contenção de custos numa empresa que tem tido uma administração irresponsável, que já durante a pandemia distribuiu lucros aos acionistas ao mesmo tempo que descartava trabalhadores precários", afirmou José Soeiro, atribuindo a "critérios corporativos que nada têm a ver com o ambiente" a medida anunciada pela Galp.

Os trabalhadores da refinaria também não se conformam com a decisão da petrolífera e preparam uma manifestação para o próximo dia 12, partindo do complexo industrial com destino à Câmara de Matosinhos. No final de dezembro, Telmo Silva, do Site-Norte, anunciou à agência Lusa que “depois iremos concentrar-nos em Lisboa, em princípio na porta do senhor primeiro-ministro, que até ao momento está calado e foi a primeira pessoa a saber desta decisão por parte da administração”.

 

Termos relacionados Política
(...)